Meteorologia

  • 26 ABRIL 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 13º

Edição

Dois homens encontram frigorífico cheio de cerveja durante cheias nos EUA

Estavam a ajudar a limpar depois das cheias que assolaram o Nebrasca.

Notícias ao Minuto

20:36 - 23/03/19 por Notícias ao Minuto 

Mundo Nebrasca

Kyle Simpson e Gayland Stouffer estavam a limpar depois das inundações que devastaram o Nebrasca, nos Estados Unidos, quando viram uma caixa preta à distância. Estava parada, mas o preto contrastava com o campo lamacento onde se encontravam.

Curiosos, chegaram ao pé da caixa e, depois de a conseguirem soltar de um arbusto, perceberam que se tratava de um frigorífico. Quando o abriram encontraram uma pilha de cervejas. 

Não se tratavam de cervejas quaisquer, eram cervejas geladas, contou Kyle à CNN. Era o tipo de coisa que desejavam depois de um dia inteiro passado a limpar, enterrados em lama e em água suja até à cintura.

"Tinha sido um daqueles dias e foi uma luz ao fim de um dia mau", acrescentou o homem.

Abriram o frigorífico, abriram duas e depois registaram o momento com algumas fotografias para enviarem aos amigos e alguns publicaram-nas nas redes sociais.

A descoberta foi feita no domingo passado perto da cabana de Kyle, onde limpavam. Primeiro não acreditaram que fossem cervejas reais ou como tinham sobrevivido à tempestade. "Foi completamente inesperado encontrar um frigorífico abastecido de cerveja no meio de um campo", confessou o homem.

Horas depois de fazerem uma publicação no Facebook, foram contactados por Brian Healy, o dono do frigorífico, a quem prometeram devolver o eletrodoméstico assim que as estradas estivessem mais acessíveis. "Está pronto a ser entregue, menos algumas cervejas", disse Kyle a Brian.

Segundo perceberam depois, o frigorífico viajou cerca de 5,6 quilómetros desde a casa do dono e já tinha sobrevivido a um incêndio em 2007.

As cheias foram consideradas pelo governador do Nebrasca como "o desastre mais alastrado" que aquele estado já tinha visto. Os agricultores foram os mais afetados, com contas iniciais de 400 milhões de dólares (cerca de 353 milhões de euros) perdidos em colheitas e o mesmo valor em gado perdido.

Fica pelo menos esta história inesperada no meio da devastação.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório