Meteorologia

  • 22 ABRIL 2019
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 16º

Edição

Esfaqueamento em prisão francesa tratado como "ataque terrorista"

O recluso feriu dois guardas com uma faca de cerâmica e barricou-se na área de visitas.

Esfaqueamento em prisão francesa tratado como "ataque terrorista"
Notícias ao Minuto

16:50 - 05/03/19 por Sara Gouveia 

Mundo Conde-sur-Sarthe

Os procuradores franceses estão a investigar um ataque com arma branca levado a cabo por um recluso que resultou em dois feridos, dois guardas da prisão em Conde-sur-Sarthe, em França. Segundo o Le Parisien, o homem trata-se de Michael Chiolo, de 27 anos, e o incidente está a decorrer desde a manhã desta terça-feira.

O homem e a namorada, alegadamente grávida, barricaram-se pelas 9h30 (8h30). Antes disso, os dois guardas ficaram gravemente feridos, um no abdómen e o outro na face. "Havia sangue por todo o lado. A área familiar parecia um campo de batalha", explicou o secretário-geral do Sindicato Nacional dos Funcionários Penitenciários, acrescentando que o recluso terá gritado "Allahu Akbar" no momento do ataque.

A ministra da Justiça, Nicole Belloubet, citada pelo jornal francês, deu ainda conta de que a mulher do condenado estava a visitá-lo esta terça-feira, quando o homem se conseguiu trancar na área de visitas e esfaquear os guardas com uma faca de cerâmica.

Belloubet garantiu, no entanto, que os guardas não correm risco de vida e que não foram feitos reféns durante o incidente. "Não há dúvidas sobre a natureza terrorista deste ataque", disse ainda.

Já foram acionadas as equipas de intervenção rápida para o local, mas Michael alega ter um cinto explosivo, referiu o secretário-geral do sindicato, Alassane Sall.

Segundo dados revelados pelo ministério, o recluso tinha sido condenado por rapto seguido de homicídio, assalto à mão armada e glorificação do terrorismo.

Os meios de comunicação locais dão conta de que o homem seria conhecido como sendo um islâmico radicalizado. Em 2015 foi sentenciado a uma pena de 30 anos de prisão por ter assassinado um homem de 89 anos que tinha sobrevivido aos campos de concentração nazis.

[Notícia atualizada às 17h30]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório