Meteorologia

  • 16 JANEIRO 2019
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

Casal condenado após manter mulher como escrava durante 16 anos

Mulher natural da Guiné foi retirada da sua vila com 5 anos de idade.

Casal condenado após manter mulher como escrava durante 16 anos

Um tribunal do norte do Texas acusou um casal de escravatura, depois de manter uma mulher natural da Guiné como escrava durante 16 anos, relata a Time.

Mohamed Toure e a sua mulher, Denise Cros-Toure, foram considerados culpados por trabalhos forçados e incorrem numa pena que pode chegar aos 20 anos de prisão.

O casal retirou a vítima da sua vila quando esta tinha apenas cinco anos de idade, em 2000, e forçou-a a trabalhar sem remuneração em sua casa, no Texas.

As autoridades deram início a uma investigação quando a vítima fugiu da residência do casal, em 2016.

O acusado é filho de Ahmed Sekou Toure, o primeiro presidente da Guiné depois de ganhar a independência de França, em 1958. Esteve no cargo até à sua morte, em 1984.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório