Meteorologia

  • 21 JANEIRO 2019
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 15º

Edição

Tiroteio de Estrasburgo faz 3 mortos. Atirador devia ter sido detido hoje

Há pelo menos três mortos na sequência do tiroteio e o atirador ainda não foi detido.

Notícias ao Minuto

19:37 - 11/12/18 por Filipa Matias Pereira 

Mundo Vídeo

Um tiroteio num mercado de Natal em Estrasburgo fez pelo menos três mortos e dez feridos, de acordo com a informação revista em baixa ao final da noite por Christophe Castaner, ministro do Interior, sendo que durante a noite chegou a ser avançado o número de quatro mortos. O autor dos disparos já foi identificado: chama-se Chérif C. e tem 29 anos. 

A imprensa internacional refere que o atirador já esteve encurralado duas vezes, tendo inclusive sido ferido na primeira. Mas acabou por conseguir encetar fuga apeada. Está sozinho e armado. 

O departamento antiterrorista da procuradoria de Paris está a avaliar a situação, não se descartando a possibilidade de se tratar de um "ato terrorista". Informam ainda as autoridades que a polícia antiterrorista assumiu o controlo das operações. 

A imprensa francesa dá conta que o atirador deveria ter sido detido esta terça-feira por homicídio, no entanto as autoridades não o encontraram na residência. 

Sabe-se inclusive que, apesar de inicialmente se equacionar que não havia cúmplices, há uma operação policial no centro histórico de Estrasburgo por suspeita de envolvimento de uma segunda pessoa no tiroteio. 

Pelas 23h24, as autoridades francesas confirmavam que o perímetro de buscas foi alargado, tentando-se evitar que o suspeito fuja em direção à fronteira com a Alemanha. "À luz dos acontecimentos atuais em Estrasburgo, está cortado o acesso à A35  (Norte e Sul) e o acesso ao N4 no sentido de Khel", anunciou a autarquia de Bas-Rhin. 

As autoridades realizaram, face aos acontecimentos, um perímetro de segurança e a circulação rodoviária nas imediações da Place Kleber foi interrompida. O tiroteio ocorreu por volta das 20h locais (19h em Lisboa) na rue des Orfèvres e as vítimas foram encaminhadas para o hospital de Estrasburgo. 

Por sua vez, o Ministério do Interior alertou, via Twitter, que "um evento sério de segurança pública está em andamento em Estrasburgo". Por isso, os habitantes estão a ser alertados para não saírem de casa. 

Nas redes sociais começou entretanto a circular um vídeo - que pode ver na galeria - do momento, onde são audíveis gritos que demonstram o pânico vivido no mercado de Natal no momento dos disparos. 

O Presidente da República, alertado pelos conselheiros sobre a situação atual que se vive em Estrasburgo,  anunciou aos parlamentares que interrompeu a receção organizada no Eliseu. 

Por sua vez, o ministro do Interior, Christophe Castaner, recorreu também ao Twitter para informar que os serviços de segurança e salvamento foram mobilizados para o local, estando a acompanhar a situação no centro de inteligência do Ministério com Laurent Nunez, secretário de Estado do Ministério do Interior. 

Foi ativado nos hospitais de Estrasburgo o chamado 'Le Pan Blan', um plano de emergência.

Pelas 21h04, Jaume Duch informava que as instalações do Parlamento Europeu foram fechadas após o tiroteio. 

Segundo o Le Figaro, todos os táxis em Estrasburgo estão a funcionar gratuitamente para levar as pessoas que chegam à estação de comboios até suas casas.[Notícia atualizada às 01h27]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório