Meteorologia

  • 17 FEVEREIRO 2019
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 14º

Edição

Disse que neto estava dentro de carro roubado para apressar polícia

Mulher norte-americana mentiu à polícia para que carro fosse encontrado mais depressa.

Disse que neto estava dentro de carro roubado para apressar polícia

Uma mulher de 37 anos de idade foi detida, esta segunda-feira, por ter enganado a polícia depois de o seu carro ter sido roubado numa bomba de gasolina, em Miami. De acordo com a estação Local10, Antoinette Rowan disse que o seu neto de três anos estava na viatura, quando na realidade estava em casa.

O relatório da detenção, obtido pela mesma estação, indica que Rowan admitiu que mentiu sobre o rapto da criança, num caso de carjacking, para que a polícia encontrasse o veículo mais depressa e apanhasse o ladrão.

Inicialmente, a mulher indicou às autoridades que tinha combinado uma “transação” com o homem que roubou o carro, no domingo passado. Depois, alegou que este tinha roubado o carro com o seu neto no banco de trás.

“A chamada era originalmente sobre o rapto de uma criança. Um carro com uma criança de três anos no interior, isso é algo que não podemos encarar com leveza”, indicou a polícia do condado de Miami-Dade.

A criança foi depois descoberta em segurança mas o carro continuava desaparecido. Antonio Monzon, de 32 anos de idade, é procurado pelo roubo. Quanto à mulher, acabou por ser libertada esta terça-feira, mas enfrenta uma acusação de denúncia falsa à polícia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório