Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2018
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 23º

Edição

Mulher que não podia ter filhos matou mãe de quatro crianças

O objetivo era ela tornar-se a mãe das crianças.

Mulher que não podia ter filhos matou mãe de quatro crianças
Notícias ao Minuto

15:59 - 30/08/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Austrália

Uma mulher que não podia ter filhos orquestrou a morte da mãe de quatro crianças com o objetivo de se tornar na mãe dessas mesmas crianças. Christine Lyons, de 47 anos, foi condenada a uma pena de prisão de 30 anos.

O plano foi engendrado com a ajuda do seu agora companheiro, Peter Arthur, que matou Samantha Kelly com um machado.  

Christine, conta o Mirror, não podia ser mãe. Engendrou por isso um plano para se 'apropriar' dos filhos de Samantha. Esta chegou mesmo a alterar o nome das duas crianças mais novas, para nomes por ela escolhidos.

Christine, Peter e Samantha viviam na mesma casa, na Austrália, juntamente com ex-namorado de Christine. Os dois homens queriam tanto ajudar a amada a realizar o seu sonho de ser mãe que concordaram em cometer o crime.

Os criminosos deram um cocktail com um sedativo a Samantha. Apesar de se ter sentido mal, este não se mostrou fatal, motivo pelo qual Peter decidiu recorrer à violência, tendo-lhe dado várias machadadas na cabeça.

Os três fizeram desaparecer o corpo de Samantha e alegaram que a mulher fugira e abandonara os filhos, que tinham idades entre os 6 anos e os 11 meses.

Samantha foi acusada de tentativa de homicídio e homicídio e Peter acusado de homicídio. Foi preso no ano passado para cumprir uma pena de 22 anos.

Ronald Lyons foi acusado de tentativa de homicídio e por dar auxílio a um agressor, por ter ajudado Arthur a enterrar o corpo da mulher.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório