Meteorologia

  • 20 AGOSTO 2018
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 23º

Edição

Turista 'preso' no Dubai com conta de 40 mil euros para pagar em multas

Farah Hashi colecionou multas por excesso de velocidade ao conduzir um Lamborghini. Família alega que o homem não tem dinheiro para pagar as coimas.

Turista 'preso' no Dubai com conta de 40 mil euros para pagar em multas
Notícias ao Minuto

16:06 - 11/08/18 por Fábio Nunes 

Mundo EAU

Um turista galês de 25 anos, que estava desempregado, foi ao Dubai visitar uns amigos. Um deles alugou-lhe um Lamborghini Huracán para que Farah Hashi se divertisse a conduzi-lo nas estradas do emirado esta quinta-feira. O problema é que, em poucas horas, Hashi ultrapassou dúzias de vezes os limites de velocidade, tendo chegado a andar a uma velocidade máxima de 240 quilómetros por hora.

Como não poderia deixar de ser, foi multado diversas vezes. As coimas atingiram o montante de 40 mil euros, de acordo com a BBC.

Segundo a família de Farah Hashi, este não tem dinheiro para pagar as multas e encontra-se nesta altura ‘preso’ no Dubai, uma vez que as autoridades locais ficaram-lhe com o passaporte até que ele pague as multas.

“Eles chegaram ao hotel onde ele estava e exigiram-lhe que entregasse o passaporte depois das multas terem sido emitidas. Ele ficou com medo e entregou-lhes o passaporte. Agora dizem que ele tem de pagar 40 mil euros. É ridículo. Ele não tem esse dinheiro”, conta o irmão de Farah, Adman Hashi.

“Ele foi apanhado a conduzir a 200 quilómetros por hora mas não sabia as leis daquele país”.

Farah Hashi já teve de pedir dinheiro emprestado para prolongar a sua estadia no Dubai e o caso não parece ter solução para breve.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.