Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2018
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 23º

Edição

Filho de Daphne Caruana Galizia diz que mãe sofreu anos de intimidação

Paul revelou que três cães da família foram mortos e que tentaram incendiar a casa da mãe. Família da jornalista quer que seja aberto um inquérito independente e público para saber se Malta falhou no dever de protegê-la.

Filho de Daphne Caruana Galizia diz que mãe sofreu anos de intimidação
Notícias ao Minuto

23:55 - 09/08/18 por Fábio Nunes 

Mundo Crime

Um dos filhox da jornalista Daphne Caruana Galizia, que foi morta em outubro em Malta, afirmou numa entrevista à BBC que a sua mãe foi intimidade durante vários anos. Paul Caruana Galizia adiantou que ao longo dos anos tentaram incendiar a casa da jornalista mas não faltaram outros exemplos de ameaças veladas.

“Os nossos três cães foram mortos – envenenados, cortaram a garganta a outro”, disse Paul Caruana Galizia. “Nós crescemos com isto e não era segredo que a minha mãe recebia ameaças”.

Os advogados da família de Daphne também já fizeram chegar ao governo maltês um documento no qual pedem a abertura de um inquérito independente e público para saber se “Malta falhou na sua obrigação de proteger” a jornalista ao abrigo do artigo 2 da Convenção Europeia dos Direitos Humanos. Esse artigo diz que “o direito à vida de todos deve ser protegido pela lei”. Tal como todos os estados-membros da União Europeia, Malta assinou essa convenção.

“Até poderes parar de perguntar ‘Podíamos ter feito algo de forma diferente? Podia o estado ter feito algo de forma diferente?’, sentimos que ainda não podemos estar de luto”, referiu Paul.

A polícia de Malta prendeu três suspeitos da morte da jornalista em dezembro. Foram acusados de homicídio mas em tribunal disseram ser inocentes. Os três homens continuam detidos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório