Meteorologia

  • 16 JULHO 2018
Tempo
25º
MIN 22º MÁX 27º

Edição

Ataques de Trump a gasoduto Nord Stream 2 são "concorrência desleal"

A Rússia classificou hoje como uma forma de "concorrência desleal" as críticas do presidente norte-americano, Donald Trump, ao projeto do gasoduto Nord Stream 2 entre a Rússia e a Alemanha.

Ataques de Trump a gasoduto Nord Stream 2 são "concorrência desleal"
Notícias ao Minuto

12:50 - 12/07/18 por Lusa

Mundo Kremlin

"Consideramos (estes ataques) como concorrência desleal. Trata-se de uma tentativa de forçar os clientes europeus a comprarem GNL (gás natural liquefeito) mais caro, que pode ser-lhes fornecido de outros locais", declarou aos jornalistas o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

"É uma questão de concorrência económica e é no quadro desta concorrência económica que os clientes devem tomar a decisão de escolher um ou outro fornecedor", adiantou.

Segundo Peskov, "durante dezenas de anos, a Rússia confirmou e confirma o seu estatuto de garante fiável da segurança energética da Europa. Nenhum outro fornecedor demonstrou até agora uma grande estabilidade ou fiabilidade no fornecimento de gás por gasoduto".

Donald Trump voltou a criticar na quarta-feira o projeto de gasoduto Nord Stream 2, que visa duplicar a capacidade de distribuição de gás russo na Europa passando pelo mar Báltico e evitando a Ucrânia, com a qual a Rússia tem uma relação conflituosa.

O gasoduto Nord Stream 2, que deve estar operacional no início de 2020, tem uma capacidade de 55 mil milhões de metros cúbicos por ano, o que deverá permitir duplicar a capacidade do primeiro Nord Stream, que transporta gás da costa báltica da Rússia até à Alemanha.

Os europeus estão divididos em relação ao projeto, enquanto os Estados Unidos, grande produtor de gás natural, se lançou recentemente numa ofensiva comercial em busca de novos mercados, apoiada por Donald Trump.

O presidente norte-americano considerou que "a Alemanha é completamente controlada pela Rússia" devido à sua dependência do gás russo.

"Tais fornecimentos de gás não conduzem à dependência de uma das partes em relação à outra, mas a uma dependência mútua, que é uma garantia da estabilidade e do desenvolvimento de uma cooperação mútua benéfica", disse Peskov.

Trump e o seu homólogo russo, Vladimir Putin, têm a primeira cimeira bilateral marcada para segunda-feira em Helsínquia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.