Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2018
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 13º

Edição

Deputada alerta russas para não terem relações sexuais com estrangeiros

Tamara Pletnyova diz que crianças que nasçam de relações durante o Mundial de 2018 "vão sofrer", uma vez que os estrangeiros podem abandonar as mulheres russas.

Deputada alerta russas para não terem relações sexuais com estrangeiros
Notícias ao Minuto

15:46 - 13/06/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Mundial 2018

Uma deputada do parlamento da Rússia aconselhou as cidadãs russas a não terem relações sexuais com estrangeiros durante o Mundial de Futebol, que começa já amanhã, quinta-feira.

Em declarações à rádio russa Govorit Moskva, Tamara Pletnyova, que lidera uma comissão parlamentar sobre família, mulheres e cuidados infantis, disse que a prática de relações sexuais com estrangeiros pode levar a famílias monoparentais.

“Haverá raparigas que conhecem homens, e depois dão à luz. Talvez se casem, talvez não. Mas as crianças vão sofrer, tal como sofreram depois das Olimpíadas de 1980”, disse Pletnyova, citada pelo The Independent.

Apesar das suas declarações, a deputada garante que os seus conselhos não são motivados por nacionalismo. No entanto, afirmou que “os pais serem da mesma raça” faz diferença.

“Uma coisa é se os pais foram da mesma raça. Outra coisa completamente diferente é se forem de raças diferentes”, disse. “Eu sei que as crianças também sofrem, e que todas elas vão ficar com a mãe”.

O Mundial de Futebol começa já amanhã e são esperados mais de um milhão de turistas. Perante a grande adesão de adeptos de toda o mundo, várias organizações têm alertado para a intolerância de alguns setores da sociedade russa no que diz respeito a minorias étnicas e à comunidade LGBT.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório