Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 16º

Edição

Como a pele é o mais fiel espelho da má alimentação

Somos aquilo que comemos e é a nossa pele quem melhor o espelha.

Como a pele é o mais fiel espelho da má alimentação
Notícias ao Minuto

15:00 - 07/08/17 por Daniela Costa Teixeira

Lifestyle Dicas

Uma alimentação variada, equilibrada e saudável não é apenas a receita ideal para uma melhor saúde física e mental, é igualmente o melhor dos segredos para uma aparência jovem, cuidada e bonita.

Como qualquer outro órgão do corpo humano, também a pele sobre severas consequências da má alimentação. Uma dieta desequilibrada (seja por excesso ou defeito) é, por si só, capaz de acelerar o envelhecimento da pele, desencadear ou agravar vários problemas cutâneos e ainda alterar o tipo de pele que se tem, tornando-a mais seca, mais oleosa ou até mesmo mais sensível.

De acordo com a dermatologista norte-americana Rosemarie Ingleton, a pele é o melhor reflexo do tipo de alimentação que se tem, revelando com grande facilidade as más escolhas e as consequências a isso associadas.

Ao site Eat This, Not That!, a especialista revela como a pele é o mais fiel espelho da má alimentação. Eis seis exemplos dados pela médica:

1 - Rugas e linhas finas no rosto. Embora sejam um sinal claro de envelhecimento, estas pequenas 'fissuras' que vão aparecendo na pele podem ser ainda um sinónimo de excesso de álcool e/ou açúcar, especialmente quando surgem mais cedo do que o suposto. De acordo com a dermatologista, o álcool causa sempre algum tipo de desidratação, prejudicando diretamente a pele, já o açúcar é um velho conhecido inimigo da saúde, especialmente no que diz respeito ao seu impacto no trato digestivo.

2 - Borbulhas atrás de borbulhas. Um dieta com alto índice glicémico (isto é, rica em açúcares e hidratos de carbono simples) é suficiente para desencadear o aparecimento de acne ou outras borbulhas no rosto, tendo um estudo publicado na revista Journal Of The Academy of Nutrition and Diabetes revelado que as pessoas que têm uma dieta com baixo teor glicémico tendem a ter menos risco de sofrer de acne (patologia cutânea relacionada, em parte, com as hormonas, que estão dependentes da alimentação).

3 - Olheiras. Além da má rotina de sono, também a falta de água pode desencadear a escuridão em torno dos olhos, uma vez que estas bolsas que se encontram abaixo dos olhos tendem a reter mais líquidos e, por isso, a precisar de uma maior hidratação.

4 - Pele seca. Quando a alimentação é rica em sódio (seja por exagero no uso de sal para temperar a comida ou no consumo abusivo de alimentos processados), existe um grande risco de a pele ficar mais seca e quebradiça, diz a especialista, apontando, mais uma vez, o dedo à desidratação (desta vez causada pelo impacto do sódio no organismo).

5 - Pele oleosa. Uma equipa de investigadores da Associação Americana de Nutrição defende que o consumo elevado de lacticínios é a possível causa para o aumento da oleosidade da pele, deixando a pessoa também à mercê de um maior risco de acne.

6 - Eczema. Mesmo podendo ser desencadeado por alergias ou outros problemas de saúde, é sabido que o consumo de proteína animal pode provocar e/ou agravar o eczema, patologia também agravada pelo consumo de alimentos processados e ricos em açúcar.

Além da alimentação, existem outros passos importantes a dar na hora de cuidar e proteger a pele. Conheça-os aqui e fique ainda a saber mais sobre aquele que é o órgão que nos veste e protege.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório