Meteorologia

  • 18 JUNHO 2024
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 21º

O melhor exercício para hipertensos não é aquele em que está a pensar

O cardiologista Rafael Côrtes revela.

O melhor exercício para hipertensos não é aquele em que está a pensar
Notícias ao Minuto

18:05 - 22/05/24 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Hipertensão

A atividade física é uma parte fundamental do tratamento e prevenção da hipertensão. Mas sabem quais os exercícios recomendados?

"Não existe uma contraindicação formal para cada modalidade, desde que a pressão arterial esteja controlada com medicamentos e o doente seja acompanhado por um médico", explica ao jornal Metrópoles o cardiologista Rafael Côrtes. O melhor exercício para hipertensos é, segundo o especialista "o que o doente mais gosta de fazer, pois isso garante uma maior adesão".

Leia Também: Nunca desconfiou que isto pudesse ser um sinal de alergia ao verniz

Além dos benefícios diretos na pressão arterial, "a atividade física melhora a saúde dos vasos sanguíneos, aumenta o bem-estar, melhora a postura e, consequentemente, diminui o stresse e as dores no corpo". "Pessoas hipertensas que seguem as recomendações de atividade física apresentam uma redução de 27% a 50% no risco de mortalidade. Mesmo níveis menores de atividade também trazem benefícios", defende o médico.

Caminhada, corrida, natação, ciclismo e dança são, de acordo com Côrtes, as atividades físicas recomendadas e que têm benefícios na comprovados pela comunidade científica.

O cardiologista refere também que o doente não deve treinar se a pressão arterial estiver acima de 160/105 mmHg. 

Leia Também: Nutricionista sugere seis chás que prometem desinchar o corpo

Estou em risco?

Categorias da pressão arterial:

Risco baixo: 120/80 mm Hg
Risco médio: 121-139/80 - 89 mm Hg
Risco elevado: 140+/90 mm Hg

"Existem algumas exceções a estas categorias: por exemplo, para as pessoas com diabetes consideram-se valores para risco elevado quando a pressão arterial é superior a 130/80", pode ler-se no portal da CUF. Para quem tem mais de 80 anos de idade, "a pressão sanguínea sistólica [mede a força com que o coração contrai e 'expulsa' o sangue do seu interior] deve ser, de um modo geral, inferior a 150".

Além de ser uma condição preocupante por si só, o seu aparecimento pode também estar associado a outros problemas de saúde ainda mais graves que podem até provocar a morte. 

Leia Também: Colesterol alto? Estes alimentos têm um enorme impacto na sua saúde

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório