Meteorologia

  • 22 FEVEREIRO 2024
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 17º

Há clientes que têm pena de acender as velas da nova Tartaruga Candle

Sara Vaz, 29 anos, sempre foi grande fã de velas, até que este ano decidiu aventurar-se num projeto próprio. Todos os produtos que faz são vegan e sustentáveis, algo que só assim faria sentido para a responsável pela marca.

Será que todas as velas que compra para a casa têm de ser acesas? Na verdade, esse é o seu principal propósito. Ainda assim, há quem se recuse a acender as propostas da nova marca portuguesa Tartaruga Candle.

“Tenho clientes que se recusam a acender as minhas velas porque as consideram uma peça de decoração. Acho que esta é a maior razão para ter começado e de querer continuar com este projeto”, revela Sara Vaz, 29 anos, ao Lifestyle ao Minuto no âmbito da rubrica Feito em Portugal.

Sara é gestora de vendas. Sempre gostou de velas e de ter um negócio próprio. Vai daí que este ano se fez o clique para o lado mais empreendedor. “Sempre tive vontade de fazer algo feito por mim para outras pessoas. E sempre adorei velas. Foi sempre das poucas coisas que fazia questão de ter em casa. Porque não fazer e vender para quem partilha o mesmo gosto que eu?”

Assim pensou e assim vez. No verão passado, lançou a Tartaruga Candle, com velas vegan e sustentáveis feitas a partir de cera de soja. “Só assim fazia sentido. Com todas as velas da marca, o cliente sabe que a queima é limpa, que o aroma é puro óleo essencial e o pavio de algodão. Somos uma nova era de velas, livres de químicos e derivados do petróleo”, continua Sara.

Leia Também: Chantilly colorido com glitter? Nada disso. São velas perfumadas da Vê Lá

Todas as velas que vende são feitas em moldes. Mas não pense que é só colocar a cera e já está. Existe todo um trabalho antes. “É um processo difícil. A cera de soja tem de ser respeitada, desde derreter, a verter no molde, secagem e desmolde. Tem várias regras. Por outro lado, há sempre teste de pavios, cores e aromas. Falha-se muito e estou sempre a aprender.”

Depois de todos os testes feitos, uma vela da Tartaruga Candle pode demorar um dia até estar concluída. São vários os moldes disponíveis. Os clientes podem sempre personalizar a cor e o cheiro que pretendem.

“Noto que o gosto varia muito da idade dos clientes. Clientes até aos 40 anos gostam de velas mais esculturais. Acima dessa faixa etária, adoram as velas religiosas”, explica Sara.

Pode não ter encontrado nenhuma tartaruga entre as opções de velas, mas o nome da marca é fácil de explicar. “Tartaruga foi o primeiro animal que o meu filho disse. E ainda hoje diz de uma forma muito fofa. Sendo ele a minha inspiração, fez-me todo o sentido.”

As velas da Tartaruga Candle custam entre 12 a 50 euros. Os pedidos podem ser feitos através do ‘website’, mas também das páginas de Instagram e Facebook da marca. Nos próximos meses, Sara pretende criar mais coleções e começar já a planear o próximo ano.

Percorra a galeria para conhecer algumas das vela da Tartaruga Candle.

Leia Também: Craft Gardens, a marca que dá um toque português a arte do século XVIII

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório