Meteorologia

  • 22 FEVEREIRO 2024
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 17º

Chantilly colorido com glitter? Nada disso. São velas perfumadas da Vê Lá

Iga, 30 anos, sempre quis ter um negócio próprio. A pandemia deu o empurrão que faltava. O gosto por chantilly ajudou na criação das formas da marca que criou. Conheça a nova Vê Lá.

É em sua casa, no Porto, que Iga, 30 anos, retira sempre algum tempo do seu dia para criar velas aromáticas cheias de cor e muito brilho. Trabalha na área da fotografia de e-commerce de moda, em edição de imagem, mas sempre quis ter um negócio próprio. Foi assim que surgiu a Vê Lá.

"A gota de água foi quando conheci uma colega que tinha uma loja online de 'home decor' sustentável  e estava a criar mais uma marca de bijuteria. Foi um verdadeiro empurrão. Ter um pequeno negócio era algo que sempre quis e já estava a adiar há algum tempo", explica Iga ao Lifestyle ao Minuto no âmbito da rubrica Feito em Portugal.

As velas que produz não têm um formato habitual. "A inspiração veio de outros criadores de velas arrojadas. E pelo amor ao chantilly." No caso desta coleção que tem disponível, não foi usado qualquer tipo de molde. É tudo feito à mão com cera a ser colocada em copos.

"Neste momento, as velas têm brilho e são colocadas em copos. Mas será limitado e haverá outro tipo de formatos que as pessoas poderão ver mais à frente", continua Iga. Uma vela pode demorar até quatro horas a ser feita, mas não significa que esteja já pronta a decorar e a aromatizar a casa para onde é enviada.

Leia Também: Craft Gardens, a marca que dá um toque português a arte do século XVIII

"Depois de feita, a vela precisa de cerca de duas semanas para secar corretamente e para que a fragrância e a cera se unam uniformemente." Os cheiros vão sempre mudando consoante a época do ano.

"Na Vê Lá temos fragrâncias de amêndoa-baunilha, maçã e canela e lavanda. Duas mais quentes, que remetem para o outono, e uma super clássica. Vamos adaptando as fragrâncias à época do ano em que estamos, por isso no Natal teremos novas opções."

Os preços começam nos 8 euros e podem chegar até aos 30 euros. Em cada encomenda, Iga gosta sempre de juntar uma amostra de outras velas que tem disponíveis, tudo para agradar os clientes.

"Já recebi mensagens de seguidores da página a dar força ao projeto. Também há quem diga que as velas dão vontade de comer. Talvez tenha de pôr um aviso de que as velas não são comestíveis [risos]", diz.

Chegar ao nome do projeto, Vê Lá, não foi uma tarefa complicada. "Ao desconstruir a palavra 'vela' surgiu-me a expressão 'ai, tu vê lá por onde vai' ou 'oh vê lá isto'. Ficou-me na cabeça e não consegui pensar em mais nada."

As encomendas podem ser feitas através do Instagram ou da página que tem na Etsy. A marca é recente, mas Iga já sabe bem o quer fazer a seguir. "Os próximos objetivos são introduzir novos produtos, mais variedade e chegar a cada vez mais pessoas."

Percorra a galeria para conhecer alguns dos produtos da Vê Lá.

Leia Também: Feio? Só mesmo de nome. Conheça a nova marca de brincos portuguesa

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório