Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

Sabe o que é a kombucha? Cinco curiosidades sobre a bebida fermentada

A bebida cuja origem remonta a milénios tornou-se agora imensamente popular nos países ocidentais.

Sabe o que é a kombucha? Cinco curiosidades sobre a bebida fermentada
Notícias ao Minuto

08:00 - 18/11/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Superalimento

Levemente frisante, com sabores que vão de hibisco a gengibre, e de gosto avinagrado, a kombucha está cada vez mais na moda. Feita a partir da fermentação de chá adoçado, é uma bebida probiótica e antioxidante, rica em vitaminas C, K e do complexo B.

Mas sua história remonta há milénios antes dos supermercados e cafés começarem a vendê-la. Eis algumas curiosidades da kombucha, segundo a revista TIME. 

1. Origem chinesa 

Os primeiros registos de produção do chá fermentado são da China, do período da Dinastia Tsing, em 221 a.C. Surge inclusive na Bíblia (Rute 2:14), quando o proprietário de terras Boaz convida Rute durante a apanha de grãos: "Vem cá e come um pouco de pão e mergulha o teu bocado na bebida de vinagre". 

2. Popularidade

Embora milenar, a bebida só se popularizou no ocidente a partir do século XX. Durante a Segunda Guerra Mundial, voltou a aparecer na Alemanha e, em 1960, investigadores suíços afirmaram que beber kombucha é tão benéfico quanto comer iogurte.

3. Como é feita

A kombucha tem como base o chá da planta Camellia Sinensis adoçado. Este é fermentado por um processo conhecido como Cultura Simbiótica de Bactérias e Leveduras (SCOBY), que acontece durante uma a duas semanas. Os microrganismos transformam o açúcar em álcool, e o álcool em ácido acético — e por isso a kombucha tem um leve teor alcoólico. Já o traço frisante é natural do processo de fermentação.

4. Está repleta de nutrientes

O principal benefício da kombucha é regular a flora intestinal e ajudar a evitar problemas como prisão de ventre. Rica em polifenóis e ácido acético, pode minimizar infecções bacterianas e fúngicas. Também é conhecida por controlar a pressão arterial, diminuir o stess, aliviar a dor de cabeça e as insónias.

5. Polémica científica

Assim como a maioria das tendências alimentares e de dietas, ainda não há consenso na comunidade científica relativamente à kombucha, especialmente porque faltam dados e pesquisas mais abrangentes sobre os efeitos da bebida no organismo. É tida por alguns investigadores como muito benéfica para a saúde; outros pedem cautela e consideram-na até perigosa. Sem pasteurização, a bebida pode irritar o estômago e, por ter microrganismos, acabar por causar algum mal ao organismo. Mas pasteurizar não é uma saída, já que os benefícios probióticos seriam obliterados. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório