Meteorologia

  • 17 NOVEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 17º

Edição

Como ajudar um amigo que está a sofrer de depressão: Sete passos

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão aflige 10% da população mundial - cerca de 322 milhões de indivíduos - e infelizmente os números tendem a subir exponencialmente nos próximos anos.

Como ajudar um amigo que está a sofrer de depressão: Sete passos

Números reais apontam que Portugal é o país da Europa com a taxa de depressão mais elevada e o segundo no mundo, sendo ultrapassado apenas pelos EUA. Ou seja, vinte e três por cento da população portuguesa sofre de um problema de saúde mental; por ano, 400 mil portugueses são diagnosticados com depressão. No ano de 2017 foram prescritos 20 milhões de embalagens de psicofármacos em Portugal, sendo gastos diariamente 600 mil euros neste tipo de medicação.

E a taxa de mortes relacionada a episódios depressivos aumentou 705%.

Quando um amigo ou familiar está deprimido, o que pode ser feito para ajudá-lo a sair da depressão ou pelo menos a enfrentar a condição são pequenas atitudes que podem fazer toda diferença: desde não julgar, não minimizar a dor que está a sentir e manter-se sempre em contacto.

A publicação especializada norte-americana Medical Daily divulgou algumas dicas que podem ajudar a conviver com uma pessoa deprimida e ao mesmo tempo ajudá-la:

1. Entenda o que é depressão 

A depressão é um distúrbio emocional que necessita de tratamento médico. Normalmente é necessário tomar fármacos antidepressivos, sob indicação de um psiquiatra ou neurologista, além de o indivíduos terem de ser seguidos por um psicólogo. Todavia, no dia a dia, uma boa conversa com um amigo também pode contribuir para um dia melhor.

Durante uma crise depressiva a pessoa tem momentos de altos e baixos e por isso é normal que se anime e que pense que o seu amigo está a melhorar e dois dias depois perceber que está novamente num estado de tristeza profunda. Essas alterações são normais e esperadas. 

2. Mostre que se preocupa com a dor do outro

Não importa o motivo que tenha originado a depressão, a melhor forma de demonstrar que se preocupa é perguntar como ele está, como se tem sentido nos últimos dias e quais são as tarefas que necessita de cumprir, por exemplo. De forma prática pode oferecer-se para ajudar com algumas tarefas domésticas ou do dia a dia (como ir aos correios ou ao supermercado).

3. Reserve tempo para estar com ele

É normal uma pessoa deprimida querer se afastar dos outros e preferir ficar sozinha em cada, muitas vezes a dormir a maior parte do tempo. Trata-se de uma tentativa de fuga à realidade, mas que não funciona como forma de tratamento. Pode oferecer-se para ir a sua casa ou para se encontrarem para ir a um local calmo, em onde possam estar em contacto com a natureza.

Uma pessoa deprimida não gosta de muito barulho, nem de estar muito próximo de outras pessoas, mas estar por exemplo num parque, pode ser um bom momento para desanuviar a mente e conversar um pouco.

4. Entenda os seus sentimentos 

Quando uma pessoa está deprimida e alguém pergunta se está tudo bem, pode ser que a resposta seja uma enxurrada de problemas e você não tem a obrigação de resolver nenhum deles. Uma boa postura nesse momento, é saber dizer palavras de conforto como 'lamento', ou 'eu imagino o tamanho da tua dor'. Ser sincero é tudo o que um amigo deprimido deseja, mas isso nem sempre é fácil para ele.

As conversas são importantes, mas também não tem de ter medo de pequenos períodos de silêncio.

5. Mantenha-se em contacto

As redes sociais podem ser muito superficiais e por vezes as frases são mal interpretadas, por isso o melhor momento para conversar é cara a cara. Mas ao longo do dia poderá enviar mensagens de voz, emoticons ou pequenas mensagens escritas pelo messenger ou whatsapp, por exemplo.

6. Leve-lhe comida

Quem sofre de depressão pode comer em excesso ou pode simplesmente passar o dia sem comer absolutamente nada. Nenhuma das duas opções é saudável, por isso pode levar-lhe por exemplo uma sanduíche saudável com pão integral, queijo branco, tomate e folhas de manjericão frescas.

Os alimentos ricos em triptofano são excelente opções para ajudar qualquer pessoa a sentir-se melhor. Bons exemplos são tomate, banana e nozes.

7. Caminhe com ele

Uma caminhada de meia hora ao ar livre, especialmente quando o sol está ameno, é uma excelente forma de encontrar tempo para conversar e melhorar a auto-estima do doente. Os benefícios da caminhada incluem a libertação de serotonina (a hormona da felicidade) na corrente sanguínea, o que irá fazer com que os dois se sintam bem.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório