Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2019
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 24º

Edição

12 hábitos saudáveis de casais com relações duradouras

Um dos 12 hábitos é que sabem como pedir desculpa e ser realmente sinceros.

12 hábitos saudáveis de casais com relações duradouras

É o novo El Dorado do amor: saber como manter uma relação para lá de alguns meses. Sinal dos tempos, talvez, mas também consequência de alguns comportamentos menos saudáveis, que acabam por impactar nas relações.

De acordo com terapeutas matrimoniais, a resposta não está em grandes gestos ou demonstrações de afeto públicas e constantes, mas em pequenas coisas do dia-a-dia, que se repetem ao longo dos anos.

Eis uma lista de 12 comportamentos, organizada pelo Huffington Post, que podem ajudar a criar uma relação duradoura:

1 - Fazem questão de criar uma conexão todos os dias

Os casais juntos há mais tempo arranjam forma de criar uma conexão física e emocional todos os dias. Seja um longo abraço, ouvir de forma atenta quando o parceiro está chateado com alguma coisa ou oferecer palavras de encorajamento. "Ao longo do tempo estas pequenas interações constroem um sentimento de confiança e intimidade profundos, que mantém os casais felizes e juntos", indicou a terapeuta familiar Jennifer Chappell Marsh.

2 - Reservam tempo para ver como está o outro

Mesmo durante estes tempos hécticos, em que é fácil accionar o auto-piloto e ver passar um dia inteiro num ápice, os casais mais saudáveis fazem questão de, regularmente, perceber como está o outro. Nem que sejam dois minutos ao telefone, ou 15 minutos antes de dormir. Outros casais, mais organizados, têm uma reunião anual para planear os objetivos comuns para o ano seguinte.

3 - Sabem como pedir desculpa e realmente ser sinceros

"Seja em coisas grandes ou pequenas, os casais estão sempre a magoar-se", indicou o psicólogo Ryan Howes. "Ter a humildade e maturidade para reconhecer o seu papel na dor do parceiro é essencial para uma relação de longo-prazo". Não diga "desculpa por teres ficado magoado", porque isto é uma tentativa falhada. Peça desculpa de forma empática para com os sentimentos do outro, tomando responsabilidade pelo que fez de mal e mostrando vontade de mudar. Um exemplo: "Percebo que ficaste magoado, e fico triste por te ver sofrer. Assumo total responsabilidade pela minha parte nisso, e estou a trabalhar nestes aspetos para assegurar que não se repete".

4 - Não se agarram a rancores

Serão cometido erros, e existirão discussões, faz parte. Os casais que querem o compromisso, porém, não ficam ressentidos. Discutem no tempo certo, trabalham para ultrapassar e seguem em frente.

5 - Arranjam pequenas coisas para mostrar que estão a pensar um no outro

Não precisam de ser grandes gestos românticos. Basta uma mensagem durante o trabalho a agradecer ter tirado os sapatos da entrada, ter lavado a louça ou ter comprado aquela garrafa de vinho que já falavam há tanto tempo. Ou apenas: "Gosto tanto de ti! Bom trabalho!"

6 - Comunicam sobre os positivos mas também sobre os negativos

É mais fácil falar sobre planos de viagem ou sobre o novo emprego do que sobre coisas como ansiedade, problemas na vida sexual ou com dinheiro. Mas todos os temas merecem atenção, discussão e empenho. São muitas vezes as conversas difíceis que mais aproximam.

7 - Aceitam família e amigos do outro, com imperfeições e tudo

Até os casais mais felizes podem não simpatizar particularmente com algum membro da família do parceiro ou do grupo de amigos. É inevitável. Mas estes casais também percebem que se aquela pessoa é importante para o parceiro, é melhor sorrir e aguentar.

8 - Fazem um esforço por perceber a perspetiva do parceiro, mesmo que não concordem

Ouvir já é metade da batalha, mas não é tudo. É preciso fazer um esforço para perceber o ponto de vista do outro, mesmo que não se concorde. "Consigo perceber por que é que isto é importante para ti", é algo que pode começar por dizer. Seja sempre genuíno.

9 - Celebram as suas diferenças, não só as similaridades

No início de uma relação, o casal sente que tem tudo em comum. As diferenças chegam mais tarde. É necessário perceber como essas diferenças podem aproximar, ao invés de dividir. As diferenças podem tornar as coisas interessantes e ajudar ambos a amadurecer.

10 - Não assumem os sentimentos do parceiro: perguntam

Numa discussão é fácil saltar para conclusões sobre o que o outro sente ou pensa. Casais saudáveis, porém, concentram-se no conteúdo da discussão ao invés de fazer generalizações.

11 - Equilibram tempo para o casal com tempo para cada um, em separado

É preciso valorizar a independência de cada um, mesmo em casais que sejam muito próximos. Não há que ter medo de ser independente e, ao mesmo tempo, de precisar da outra pessoa. "Podem apreciar a proximidade mas mesmo assim ficarem satisfeitos e realizados nas dimensões separadas das suas vidas", afirma a psicoterapeuta Elisabeth J. LaMotte.

12 - Quando discutem, o objetivo não é ganhar, é chegar a um consenso

Este é um grande ponto diferenciador de relações saudáveis de outras menos saudáveis. "'Ganhar' em relações deverá estar centrado no consenso entre os dois, não em um prevalecer sobre o outro", indicou o psicólogo Ryan Howes. Se não se chega a um qualquer tipo de entendimento, mesmo que temporário, como é que se segue em frente?

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório