Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2021
Tempo
27º
MIN 17º MÁX 27º

Edição

Tânia Ribas de Oliveira: "Estou muito feliz com este livro, ponto final"

A apresentadora contou com a presença de vários amigos neste dia especial.

Tânia Ribas de Oliveira: "Estou muito feliz com este livro, ponto final"

'As Pérolas das Nossas Crianças', o terceiro livro de Tânia Ribas de Oliveira, foi lançado esta terça-feira, dia 13, na FNAC Colombo, em Lisboa, na presença de vários amigos, entre os quais José Pedro Vasconcelos e Daniel Oliveira.

Uma obra dividida em quatro capítulos que reúne as frases mais "giras" de várias crianças. Conta ainda com a participação de uma pediatra. Um livro de registo, que aborda aquilo que se espera das crianças entre os dois e seis anos, como contou a apresentadora ao Fama ao Minuto.

As recentes acusações de plágio não deitaram a baixo a apresentadora que estava radiante e feliz na conversa com os jornalistas presentes neste dia especial.

O que mais destaca neste livro?

Destaco, naturalmente, as pérolas do meu filho Tomás. Foi ele o grande impulsionador deste livro com a sua espontaneidade, o seu lado mais puro, o facto de ser uma criança com três anos e dizer tantas coisas engraçadas desde os dois anos. Ao partilhar as pérolas dele no Facebook começaram uma série de pessoas a dizer que devia escrever um livro sobre isto. Achei um bocado pretensioso estar a escrever um livro sobre ele e achar que as pessoas iam comprar. Então, pedi a uma série de amigas minhas amigas para me mandarem uma história dos seus filhos. Lancei também um desafio no Facebook e as mais votadas também entraram no livro. Agora é de toda a gente, não é só meu.

Quanto tempo para preparar o livro?

Basicamente foi reunir todas as histórias do Tomás que eu já tinha passado para o Facebook, e isso demorou um bocadinho de tempo, passá-las todas para um documento e entregá-las à editora.

Em que sentido é que este livro pode ajudar os pais?

Tem o lado da pediatra que ajuda no enquadramento das crianças mais pequeninas, entre os dois e os seis anos. As piadas das crianças desta idade são aquelas que constam neste livro, especificamente entre os três e os quatro anos, e ajuda de facto a perceber o que é que é expectável de uma criança dita saudável nesta matéria.

A Filipa é também a pediatra do meu blogue e para além disso é mãe de três rapazes, por isso, não aprende só o que é ser pediatra nos livro, aprende em casa todos os dias. Achei que era a pessoa indicada para fazer o prefácio do livro.

Qual foi a maior pérola que o Tomás já disse?

É difícil, mas acho que como mãe, além daquelas que me fazem rir muito, foi uma que ele disse que era capaz de me dar todas as estrelas do céu e todas as flores amarelas do jardim. Essa nunca hei-de esquecer.

O que é para si ser mãe?

É muito difícil. Não consigo explicar assim. Aquelas duas crianças são o mais importante que eu tenho na vida. São o tesouro mais inigualável que eu posso ter no meu coração. Por eles faço tudo, dou a minha vida. Só quero que  sejam muito felizes e eles fazem-me muito feliz por ser mãe deles. É este círculo de amor que nos rodeia e que anda ali à nossa volta todos os dias que os faz crescer saudáveis e que me fazem a mim ser uma mulher mais completa, o pai ser um homem mais completo e nós como casal ser um casal mais feliz.

Como é a relação entre o Tomás e o Pedro?

É muito gira. Eles são dois irmãos rapazes e têm dois anos e pouco de diferença. Agora é que começa a ter muita graça porque o mais novo tem quase um ano e meio e já começa a tirar as coisas ao Tomás, a querer brincar com as coisas dele, a ter uma opinião na matéria. Mas eles são muito meiguinhos. O Tomás é uma criança super meiga com o irmão, defende-o sempre acima de tudo.

Empresta-lhe tudo, andam sempre aos abraços. Acho que têm uma relação muito cúmplice que me emociona muito.

Está a pensar escrever outro livro com o Pedro?

Não sei, vamos ver se ele também tem matéria prima para isso. As crianças são todas diferentes uma das outras. Logo se vê. Pode ser que tenha outras particularidades que o Tomás não tem, que, se não derem um livro, dêm uma peça de teatro. Convido atores e nunca se sabe. É sempre algo a pensar. A vida é muito bonita.

São inevitáveis as comparações entre os filhos?

Acho que sim, é normal. Também é muito bom haver isso porque eles também são fruto de duas pessoas diferentes. Não temos nada a ver um com o outro até em termos de atitude na vida, personalidade. Eles herdaram um bocado de cada um de nós e estão a formar as suas personalidades à sua maneira.

Acho que o mais bonito na vida, para quem tem essa possibilidade, é assistir de perto ao crescimento dos filhos. E eu sou uma privilegiada porque faço aquilo que gosto na minha profissão e ainda por cima consigo deitá-los todos os dias, contar uma história todos os dias, ir buscá-los à escola e passar tempo com eles. Não trocava isso por nada deste mundo.

Sobre as acusações de plágio...

Nem vou comentar mais disparates. Tudo o que tinha para dizer sobre isso fi-lo no meu blogue dois dias depois das notícias terem saído. Não retiro uma única vírgula àquilo que foi dito. Acho que foi uma resposta educada e incisiva. Essa resposta está dada, isto é um dia feliz e sem comparação possível

Feliz com este livro, apesar de tudo?

Estou muito feliz com este livro, ponto final. Para mim não há mais matéria nenhuma. Quem a criou não fui eu e eu não a vou desenvolver.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório