Meteorologia

  • 19 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 16º

Edição

Consumo de cimento atingiu em 2017 máximos de cinco anos

O consumo de cimento atingiu em 2017 quase 2,7 milhões de toneladas, o valor mais alto desde 2012, divulgou hoje a AICCOPN - Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas.

Consumo de cimento atingiu em 2017 máximos de cinco anos
Notícias ao Minuto

18:07 - 08/03/18 por Lusa

Economia Construção

Segundo a síntese estatística da habitação, no ano passado, foram consumidas 2,695 milhões de toneladas de cimento, mais 13,2% face a 2016, o que a AICCOPN diz ser "necessário recuar até ao ano de 2012 para encontrar um ano com um consumo de cimento superior ao atual".

Também em 2017 aumentaram em 14,7% as licenças emitidas pelas câmaras municipais para construção e reabilitação de edifícios habitacionais para 11.825.

Já o número de fogos novos licenciados cresceu 22,6% para 13.918, o registo mais elevado dos últimos seis anos, segundo a AICCOPN.

Por fim, em 2017, o preço médio da avaliação bancária aumentou 4,5% para 1.150 euros por metro quadrado.

Nos apartamentos o valor fixou-se em 1.200 euros por metro quadrado, mais 5%, em termos homólogos, e nas moradias o valor médio de avaliação bancária foi de 1.067 euros, mais 4%.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório