Meteorologia

  • 25 ABRIL 2018
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 22º

Edição

Hoteleiros do Algarve estimam subida da ocupação para o fim de ano

A ocupação de hotéis no Algarve durante a passagem de ano deverá subir face ao ano passado, confirmando a tendência que se regista desde o início do ano, disse à Lusa o presidente da principal associação hoteleira da região.

Hoteleiros do Algarve estimam subida da ocupação para o fim de ano
Notícias ao Minuto

08:25 - 15/12/17 por Lusa

Economia AHETA

De acordo com o líder da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), Elidérico Viegas, "as expectativas dos hoteleiros são as de um aumento em relação a 2016, principalmente de turistas nacionais, durante o período de fim de ano".

"A melhoria das condições de vida dos portugueses, com uma maior disponibilidade para consumir um pouco mais do que nos últimos anos pode traduzir-se num aumento da procura pela região", sublinhou Elidérico Viegas.

Por outro lado, tratando-se de uma passagem de ano que ocorre de domingo para segunda-feira, faz aumentar o tempo de permanência na região, que pode chegar aos quatro dias.

"O facto de o feriado de dia 01 de janeiro coincidir com uma segunda-feira é favorável, pois vai permitir uma estadia um pouco mais prolongada, o que provoca animadas expectativas nos hoteleiros", destacou o presidente da AHETA.

Ainda assim, o dirigente hoteleiro sublinhou que os índices de ocupação de hotéis no Algarve "podem não chegar aos 100%, muito por culpa da descida que se tem verificado no mercado britânico devido ao Brexit".

Elidérico Viegas acrescentou que, além do fim de ano, também se regista um ligeiro aumento, "mas nada de significativo, na procura dos hotéis para passar a noite da consoada, embora seja a passagem de ano o período de maior procura, até porque o Algarve mantém o estatuto de região de excelência do país para as festas de final de ano".

"O Algarve é a região que mais se identifica e que está mais bem preparada para responder aos desafios das pessoas neste período", concluiu.

Por seu turno, o presidente da Região de Turismo do Algarve, Desidério Silva, disse à Lusa que a perceção que tem tido "através de contactos com os hoteleiros é a de que a região tenha uma taxa de ocupação muito superior à do ano passado para o fim de ano".

"O que os hoteleiros me têm transmitido é que a procura é muito grande, o que me leva a crer que o Algarve possa encher no fim de ano", frisou Desidério Silva.

Para o dirigente do turismo algarvio, a procura pelo Algarve continua a aumentar ano após ano "porque é uma região consolidada como destino de passagem de ano, com a oferta de uma programação diversificada e para todos os públicos e bolsas".

"A região está em alta, a perceção que se tem do Algarve é muito boa, o que faz aumentar a procura para as festas de passagem de ano", sublinhou Desidério Silva.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.