Meteorologia

  • 23 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Vodafone passa de perdas a lucros de 1,2 mil milhões no 1.º semestre

O grupo Vodafone registou lucros de 1,2 mil milhões de euros no primeiro semestre fiscal terminado em setembro, contra prejuízos de mais de cinco mil milhões de euros um ano antes, anunciou hoje a operadora de telecomunicações.

Vodafone passa de perdas a lucros de 1,2 mil milhões no 1.º semestre
Notícias ao Minuto

12:15 - 14/11/17 por Lusa

Economia Grupo

As receitas recuaram 4,1% no semestre, para 23.075 milhões de euros, adiantou o grupo de telecomunicações britânico e o resultado operacional subiu 32,5% para 2.008 milhões de euros.

O presidente executivo da Vodafone, Vittorio Colao, afirmou hoje, em comunicado, que as receitas orgânicas do grupo cresceram na maioria dos mercados onde está presente, nomeadamente no setor empresarial.

O gestor sublinhou que a concorrência na Índia é intensa, embora já haja sinais positivos com a consolidação de pequenos operadores, enquanto o grupo aguarda a aprovação dos reguladores relativamente à sua fusão com a Idea Cellular.

Em 20 de março, a Vodafone anunciou a fusão da Vodafone India com a Idea Cellular, no mesmo mercado, pelo que a subsidiária indiana está excluída dos números do grupo.

Também anunciou que implementará iniciativas estratégicas, incluindo a expansão da infraestrutura de fibra na Alemanha, Portugal e Reino Unido.

Em comunicado, o grupo de telecomunicações aponta fatores de risco à atividade como a ameaça cibernética e a segurança da informação, que podem dificultar os seus serviços aos clientes.

Destacou também o aumento da concorrência no fornecimento de novas tecnologias, assim como as mudanças das condições económicas globais, recordando que o grupo de telecomunicações britânico opera em muitos mercados onde pode haver flutuação de divisas.

Sobre o 'Brexit', a Vodafone refere que conta com uma equipa cuja missão é identificar os possíveis impactos que esta saída poderá ter na empresa.

"Neste momento, o resultado das negociações sobre o 'Brexit' e os acordos pós 'Brexit' não são claros e é, por isso, que continuamos a acompanhar a situação", refere a empresa, no comunicado dos resultados semestrais.

Em Portugal, as receitas totais da operadora liderada por Mário Vaz subiram 4,2% no primeiro semestre fiscal, para 513 milhões de euros, e as receitas de serviços progrediram 5,7% até final de setembro, para 482 milhões de euros.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório