Meteorologia

  • 21 AGOSTO 2019
Tempo
23º
MIN 19º MÁX 26º

Edição

Faturação da Delta Q deverá subir 23% este ano para 70 milhões

A faturação da Delta Q, que tem o negócio de café de cápsulas, deverá subir 22,8% este ano, face a 2014, para 70 milhões de euros, dos quais 50 milhões de euros em Portugal, de acordo com as estimativas do grupo Delta.

Faturação da Delta Q deverá subir 23% este ano para 70 milhões
Notícias ao Minuto

14:53 - 27/10/15 por Lusa

Economia Café

No ano passado, a Delta Q faturou 57 milhões de euros, dos quais 16 milhões de euros resultaram de vendas nos mercados internacionais.

Segundo as estimativas do grupo, a faturação do negócio da Delta Q apenas no mercado português deverá crescer 22% até final do ano.

"Em Portugal, a Delta Q vale cerca de 25% do negócio" do grupo Delta, disse aos jornalistas o administrador Rui Miguel Nabeiro, à margem do lançamento de uma plataforma digital pioneira que permite ao consumidor criar o seu próprio café, denominado MyQoffee, que decorreu em Lisboa.

A Delta Q, lançada há oito anos, "está a crescer a dois dígitos", afirmou o gestor, embora tenha admitido que será difícil continuar com o mesmo ritmo de crescimento nos próximos anos.

De acordo com dados da empresa, a Delta Q tem uma quota de 35% em cápsulas e de 37% em máquinas de café.

Questionado como está o desempenho do mercado HoReCa [Hotéis, Restaurantes e Cafés] e de consumo, o fundador do grupo Delta, o comendador Rui Nabeiro, adiantou que depois de um período de queda, estes dois segmentos "estão a recuperar e a crescer".

Além do MyQoffee, a Delta Q anunciou ainda a sua primeira aposta na primeira cápsula de cevada, apostando na inovação depois de ter atingido os mil milhões de cápsulas vendidas este ano.

A aposta na cevada, adiantou Rui Miguel Nabeiro, é "um piscar de olhos à tendência" atual na mudança de hábitos dos consumidores.

Por sua vez, o comendador salientou que a cevada "é 100% portuguesa", pelo que não será necessário importar a matéria-prima.

Relativamente a um eventual aumento das lojas Delta Q em Portugal, Rui Miguel Nabeiro disse que, para já, a empresa não pretende alargar o número de unidades.

"Estamos satisfeitos com as lojas que temos, para já", disse.

A faturação do grupo Delta Cafés deverá crescer 5% este ano, face ao ano passado, para 340 milhões de euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório