Meteorologia

  • 19 JULHO 2024
Tempo
31º
MIN 19º MÁX 31º

Greve no primeiro turno parou produção na Parmalat de Palmela

Cerca de 90% dos 170 trabalhadores do primeiro turno na fábrica da Parmalat na Landeira, em Palmela, aderiram à greve por aumentos salariais iniciada hoje e que decorre até 27 de junho, disse à agência Lusa fonte sindical.

Greve no primeiro turno parou produção na Parmalat de Palmela
Notícias ao Minuto

10:42 - 21/06/24 por Lusa

Economia Parmalat

Segundo o coordenador do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul (SITESUL), Eduardo Florindo, "cerca de 90% dos trabalhadores do primeiro turno, que teve início às 05:00, aderiram à greve e a produção da fábrica está completamente parada".

De acordo com o sindicalista, os trabalhadores da fábrica da Parmalat Portugal no concelho de Palmela, distrito de Setúbal, exigem "um aumento salarial mínimo de 100 euros e uma revisão dos níveis das categorias profissionais, de forma a que possam progredir um nível em cada categoria".

Em nota de imprensa, o SITESUL recorda que os trabalhadores da Parmalat, empresa que opera no mercado de leite, natas, sumos e néctares, decidiram também uma "greve a todo o trabalho suplementar realizado em dia normal, sábados, domingos e dias de folga, das 05:00 do dia 21 de junho às 21:00 do dia 30 de junho de 2024".

O sindicato responsabiliza a administração da empresa pela greve, por, "ao longo dos anos, não valorizar e reconhecer a entrega dos trabalhadores", que diz já terem perdido "117 euros" para o Salário Mínimo Nacional (SMN) desde 2015.

A agência Lusa tentou ouvir a administração da fábrica da Parmalat, mas não foi possível.

Leia Também: Trabalhadores da Parmalat em greve de 21 a 27 de junho

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório