Meteorologia

  • 24 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 15º

Seguradora Fidelidade Angola aumenta capital social para 3,8 milhões

A seguradora Fidelidade Angola aumentou o seu capital social para 3,5 mil milhões de kwanzas (3,8 milhões de euros), em cumprimento com as exigências do regulador, mantendo inalteradas as participações sociais dos seus acionistas, foi hoje anunciado.

Seguradora Fidelidade Angola aumenta capital social para 3,8 milhões
Notícias ao Minuto

15:38 - 11/12/23 por Lusa

Economia Angola

Segundo a seguradora, a operação foi efetuada através do aumento do valor nominal de cada ação de 7,8 milhões de kwanzas (8,6 mil euros) para 9,0 milhões de kwanzas (10 mil euros) à luz das exigências feitas pela Agência Angolana de Regulação e Supervisão de Seguros (ARSEG).

A ARESEG estabelece o ajuste do capital social das seguradoras com as características da Fidelidade Angola para um mínimo de 3,5 mil milhões de kwanzas.

A formalização da operação estava prevista e programada para a data concretizada, "com vista a dar antecipadamente cabal cumprimento ao definido na norma regulamentar, que permite que tal acontecesse até ao final de 2024", refere a seguradora.

O CEO da Fidelidade Angola, Luís Alves, citado em comunicado, manifestou satisfação pelo aumento do capital social da empresa considerando que, "mais uma vez, a Fidelidade Angola concretiza este importante marco na vida da seguradora".

Herdeira de um grupo segurador com mais de 200 anos de atividade em Portugal e num total de 13 países, a Fidelidade Angola constituiu-se em 2011, como Universal Seguros, abrindo a primeira agência em 2013, em Luanda.

A Fidelidade Angola, que adquiriu o nome atual em 2017, conta atualmente com mais de 30 pontos de venda nas províncias de Luanda, Benguela, Bié, Cabinda, Cuando-Cubango, Huambo, Huíla e Malanje.

Leia Também: Projeto ferroviário para ligar Luanda à RDCongo vai ser desenvolvido

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório