Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2021
Tempo
22º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Nova concessão de bares de Alfas e Intercidades reduz trabalhadores

A Federação dos Sindicatos de Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo (Fesaht) disse hoje que a nova concessão que está a concurso para os bares dos Alfas e Intercidades reduz o número de trabalhadores, de acordo com um comunicado.

Nova concessão de bares de Alfas e Intercidades reduz trabalhadores
Notícias ao Minuto

20:26 - 15/06/21 por Lusa

Economia FESAHT

"A pedido da Fesaht realizou-se hoje uma reunião no Ministério do Trabalho com a CP e a empresa concessionária do serviço de refeições dos comboios Alfa Pendular e Intercidades Risto Rail", referiu a estrutura sindical.

A Federação pediu o encontro depois de "a CP ter denunciado o contrato de concessão do serviço de refeições com efeitos a 31 de julho", sendo que a transportadora informou os representantes dos trabalhadores de que "está a decorrer um novo concurso público para o serviço de refeições a bordo dos comboios Alfa Pendular e Intercidades" e que "o novo concurso reduziu os serviços para apenas serviço de bar fixo, deixando de haver serviço ao lugar (mini-bar) e serviço de boas vindas na primeira classe (acolhimento e jornal gratuito)".

Segundo o mesmo comunicado, a nova empresa deverá iniciar a sua atividade no dia 01 de agosto.

"Além disso, e mais grave, a CP informou que o novo caderno de encargos reduz o número de trabalhadores nos comboios Alfa Pendular de três trabalhadores para um trabalhador por comboio", criticou a Federação.

A Federação garante que "manifestou o seu desagrado e o seu protesto, pois o novo caderno de encargos põe em causa o direito à saúde e segurança do trabalho e as condições de trabalho, põe em causa a qualidade de serviço e, fundamentalmente, é um convite a dezenas de despedimentos".

Além disso, diz o sindicato, "a CP reduz a contrapartida monetária em um terço (de 120 mil euros mensais para cerca de 90 mil euros mensais), mas reduz o número de trabalhadores em dois terços (de três para um trabalhador), o que demonstra que este concurso foi combinado com uma empresa para esta despedir dezenas de trabalhadores".

No mesmo comunicado, a Federação salienta que questionou a CP sobre a retoma da atividade do serviço de refeições a bordo, tendo a operadora referido "pareceres dos serviços de segurança e saúde no trabalho da CP, informando que devem reabrir dia 03 de maio, e que tal se deve às orientações da DGS [Direção-Geral da Saúde]".

"Os sindicatos vão promover plenários de trabalhadores para decidir as medidas a tomar", lê-se no comunicado.

No dia 20 de abril, a CP aprovou o lançamento de um concurso para uma nova concessão dos bares dos Alfa Pendular e dos Intercidades, no valor total de 2,296 milhões de euros, foi publicado em Diário da República.

"O Conselho de Administração da CP, em reunião de 24 de março de 2021 deliberou [...] aprovar o lançamento de um procedimento pré-contratual, necessário à contratação da prestação de serviços de restauração e bar a bordo dos comboios Alfa Pendular e Intercidades, e respetivo compromisso plurianual, no valor total de 2.296.000,00 (euros)", lê-se no despacho.

O encargo associado a esta contratação tem um prazo de execução até 24 meses, entre 2021 e 2023, e prevê 396.000 euros para 2021 e 950.000 euros (mais IVA) para cada um dos restantes anos.

A Lusa contactou a CP e espera resposta. 

Leia Também: CP repõe lotação máxima em comboios apenas com lugares sentados

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório