Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2021
Tempo
20º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Empresa de Felgueiras transforma balões de festas em solas para calçado

Uma unidade industrial de Felgueiras, no distrito do Porto, dedicada ao calçado está a transformar balões de festas e aniversário em solas para sapatos, numa coleção para os mais novos apresentada no dia Mundial da Criança.

Empresa de Felgueiras transforma balões de festas em solas para calçado
Notícias ao Minuto

22:17 - 01/06/21 por Lusa

Economia Calçado

"Um em cada 100 balões são produzidos com defeito e, não havendo até ao momento soluções para a sua reciclagem, o seu destino são aterros, onde se decompõem lentamente", explica a empresa ISI Soles, que se dedica à produção de solas para calçado.

Aquela unidade industrial desenvolveu um processo que permite incorporar no seus produtos balões defeituosos, criando solas para calçado ecológicas, baseadas na reciclagem.

"Uma sola confortável, durável e amiga do ambiente", diz Vítor Mendes, gerente da ISI Soles, citado num comunicado enviado à Lusa.

O empresário explicou que a unidade fabril tem procurado "constantemente novas matérias primas que sejam passíveis de reciclagem e incorporá-la nas nossas solas".

"Especialmente materiais e resíduos que não sejam biodegradáveis e para os quais a sociedade ainda não encontrou formas de as reciclar", acentuou.

A ISI Soles exporta cerca de 90% da sua produção a restante destina-se ao mercado nacional.

A empresa tem cerca de 20 anos de experiência e uma produção de 2,8 milhões de pares por ano.

Leia Também: Mau Tempo: Prejuízos de "meio milhão" de euros em stands em Vila Real

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório