Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2021
Tempo
24º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

PSI20 sobe 0,10% em linha com principais praças europeias

A bolsa de Lisboa terminou hoje a sessão com uma subida no índice PSI20 de 0,10% para 5.017,75 pontos, acompanhando o desempenho positivo das principais praças europeias.

PSI20 sobe 0,10% em linha com principais praças europeias
Notícias ao Minuto

17:33 - 28/04/21 por Lusa

Economia PSI20

Das 18 cotadas que integram o índice de referência da bolsa de Lisboa, nove encerraram em alta e nove em baixa.

A Galp liderou os ganhos ao avançar 1,99% para 9,63 euros e a Pharol ficou no topo das descidas ao recuar 1,73% para 0,10 euros.

Nas maiores subidas ficaram ainda o BCP (1,47% para 0,12 euros) e os CTT (1,09% para 3,70 euros).

Entre as cotadas com ganhos abaixo de 1% terminaram a Ramada Investimentos (6,40 euros), a Altri (6,68 euros), a Ibersol (6,26 euros) e a Navigator (2,87 euros).

Nas principais descidas, a EDP Renováveis caiu 1,25% para 20,46 euros, a EDP baixou 1,13% para 4,73 euros e a Novabase perdeu 0,74% para 4,03 euros.

A Semapa recuou 0,66% para 12,02 euros, depois do arranque na terça-feira da Oferta Pública de Aquisição (OPA) da Sodim, 'holding' da família Queiroz Pereira, sobre 28,1% do capital da Semapa. A contrapartida oferecida é de 12,17 euros por ação e a oferta termina em 25 de maio.

No setor do retalho, a Jerónimo Martins, que hoje apresentou resultados, baixou 0,35% para 14,13 euros e a Sonae SGPS desceu 0,13% para 0,78 euros.

Os lucros da Jerónimo Martins subiram 66,3% no primeiro trimestre face a igual período de 2020 e alcançaram 58 milhões de euros, divulgou a dona da cadeia de supermercados Pingo Doce.

No resto da Europa, Paris subiu 0,53%, Madrid 0,49%, Frankfurt 0,28% e Londres 0,27%, com os mercados a seguirem os resultados das empresas e a beneficiarem dos ganhos dos bancos.

Em Madrid, o Sabadell (3,43%), o Santander (2,7%) e o Bankinter (2,16%) destacaram-se nos ganhos e, em Frankfurt, o Deutsche Bank disparou 10,7%, após ter anunciado um lucro de 1.002 milhões de euros nos primeiros três meses de 2021, o melhor resultado trimestral dos últimos sete anos.

Leia Também: Medina consultará Salgado em matérias que "entenda relevantes"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório