Meteorologia

  • 22 ABRIL 2021
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 20º

Edição

Lagarde: Pandemia pode "fazer recuar progressos" na igualdade de género

A propósito do Dia Internacional da Mulher, que se assinala esta segunda-feira, dia 8 de março, Lagarde convida homens e mulheres a "desafiar velhos padrões e adotar novos, que sejam mais adequados às nossas necessidades atuais". 

Lagarde: Pandemia pode "fazer recuar progressos" na igualdade de género

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, alertou, esta segunda-feira, que a pandemia pode fazer recuar os progressos conquistados na igualdade de género. Num texto de opinião publicado no Diário de Notícias, Lagarde diz que não se pode deixar que isso aconteça.

"As presentes circunstâncias têm o preocupante potencial para fazer recuar os progressos arduamente conquistados em termos de igualdade entre mulheres e homens. Não podemos deixar que isso aconteça", escreve a presidente do BCE.

A propósito do Dia Internacional da Mulher, que se assinala esta segunda-feira, dia 8 de março, Lagarde convida homens e mulheres a "desafiar velhos padrões e adotar novos, que sejam mais adequados às nossas necessidades atuais".

Além disso, lembra que este trabalho começa em "casa, [no] coração e [no] centro das nossas vidas durante o confinamento", acrescenta Christine Lagarde.

As mulheres ultrapassaram os homens em profissões que eram sobretudo masculinas, como médico, magistrado ou advogado, em 30 anos, revelam estatísticas publicadas pela Pordata, a propósito do Dia Internacional da Mulher.

Leia Também: Sino vai tocar. Bolsa de Lisboa também assinala o Dia da Mulher

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório