Meteorologia

  • 05 AGOSTO 2021
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 29º

Edição

Sem o lay-off simplificado, redução do emprego ascenderia a 19%

Mais de metade das empresas que beneficiaram do lay-off simplificado dizem que "teriam diminuído os postos de trabalho, resultando numa redução do emprego que rondaria os 19%".

Sem o lay-off simplificado, redução do emprego ascenderia a 19%

Sem o lay-off simplificado, uma medida do Governo de combate à crise gerada pela Covid-19, a quebra do emprego poderia ascender a 19%. Esta é a conclusão de um inquérito realizado pelo Banco de Portugal e pelo INE, em julho, e divulgado no Boletim Económico de outubro

"Numa segunda questão foi pedida às empresas uma estimativa da evolução do emprego que teria ocorrido na ausência do layoff simplificado. Neste cenário, 77% das empresas beneficiárias da medida referiram que teriam diminuído os postos de trabalho, resultando numa redução do emprego que rondaria os 19%. Considerando as respostas de todas as empresas participantes no inquérito, a queda total de emprego neste cenário contrafactual ascenderia a 8%", pode ler-se no relatório do BdP

A maioria dos empresários (80%) considera o lay-off simplificado a medida mais relevante no combate à crise económica causada pela pandemia, segundo o Observatório da Competitividade Fiscal 2020 da Deloitte.

O regime de lay-off simplificado, que terminou em julho, recolhe 80% das preferências, "muito acima de outras ações, como as moratórias sobre os créditos à habitação e empresariais (40%) ou o incentivo à normalização da atividade (34%)", indicou a consultora.

"Em termos setoriais, o efeito da medida na preservação do emprego é mais notório nos transportes e na indústria e eletricidade, gás e água, onde a diferença entre a redução dos postos de trabalho observada e esperada na ausência do layoff simplificado atinge 20 pp e 14 pp, respetivamente. Esta diferença também é expressiva no alojamento e restauração (13 pp), setor onde se observou a maior queda do emprego", pode ler-se no Boletim Económico. 

Assim, refere o supervisor da banca, "não obstante algum grau de imprecisão, estas estimativas apontam para o sucesso da medida na preservação dos postos de trabalho". 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório