Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

PSI20 segue em baixa, com Jerónimo Martins a pressionar

A bolsa de Lisboa segue em baixa, contrariando a tendência da abertura, entre uma Europa mista, com as ações da Jerónimo Martins a pressionarem as negociações.

PSI20 segue em baixa, com Jerónimo Martins a pressionar
Notícias ao Minuto

09:59 - 17/08/20 por Lusa

Economia Mercado

Na sexta-feira, a bolsa de Lisboa encerrou em baixa, pelo segundo dia consecutivo, com o principal índice, o PSI20, a cair 0,84% para 4.441,52 pontos, seguindo o rumo das principais praças europeias.

Hoje, pelas 09h30, o PSI20 seguia em ligeira queda de 0,07% para 4.438,30 pontos.

Das 18 cotadas que integram o PSI20, 10 seguiam a descer, seis a subir e duas inalteradas.

Do lado das perdas, a Jerónimo Martins era a empresa que mais descia, com as ações a desvalorizarem 1,03% para 13,99 euros, seguidas das da REN que perdiam 0,60% para 2,47 euros.

O BCP seguia também em terreno negativo, a perder 0,09% para 0,11 euros e a Galp recuava 0,06% para 9,52 euros.

No lado dos ganhos, a Ibersol e a Mota Engil eram as empresas que mais subiam, com ganhos de 2,94% e 2,81% para 5,60 euros e 1,47 euros, respetivamente.

A EDP seguia também em alta, a contrariar a tendência, com as ações a perderem 0,02% para 1,35 euros.

As principais bolsas europeias abriram hoje mistas, após terem sido divulgados novos dados sobre a contração do Produto Interno Bruto (PIB) do Japão.

O PIB do Japão caiu 7,8% entre abril e junho, em relação ao trimestre anterior, e 27,8% em termos anuais, a maior queda desde que há registos, anunciou hoje o Governo nipónico.

A contração no segundo trimestre do ano segue-se a uma redução de 0,6% entre janeiro e março, quando a terceira maior economia do mundo entrou em recessão técnica, devido à pandemia de covid-19.

Após a divulgação deste indicador, a bolsa de Tóquio abriu a perder 0,36%.

A suspensão de uma reunião para supervisionar a aplicação do acordo comercial subscrito entre os Estados Unidos e a China no início deste ano também não agradou aos investidores, assim como as ameaças reiteradas do Presidente norte-americano, Donald Trump, contra a Tik Tok e o Alibaba.

O vice-primeiro ministro chinês Liu He deveria ter realizado uma videoconferência com o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, e o secretário do Tesouro Steven Mnuchin no fim de semana, mas a reunião foi adiada indefinidamente, de acordo com fontes citadas pela agência financeira Bloomberg.

Além disto, os investidores mantêm-se preocupados com os novos aumentos de casos de covid-19 por todo o mundo. 

No petróleo, o West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, sobe 0,83% para 42,36 dólares, enquanto o Brent, transacionado em Londres, avança 0,69% para 45,11 dólares.

O euro, por seu turno, segue a valorizar 0,10% para os 1,1854 dólares.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório