Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2019
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 22º

Edição

Empresa permite que investidores comprem partes de uma casa

O objetivo é dar a possibilidade de investirem no mercado imobiliário, tirando rentabilidade das rendas, mas sem um investimento inicial demasiado elevado.

Empresa permite que investidores comprem partes de uma casa

A Roofstock tem uma oportunidade para os interessados em investir no mercado imobiliário. Basicamente a empresa compra uma casa, coloca-a num fundo e depois vende 'partes' por 5.000 dólares (4,4 mil euros). O objetivo? Dar aos investidores o acesso a uma receita proveniente das rendas, sem que o investimento seja demasiado elevado. 

"A nossa ideia era criar uma plataforma na qual o setor do imobiliário pudesse ser negociado mais como uma ação", disse Gary Beasley, CEO da Roofstock, citado pela Bloomberg. "No final do dia, é possível aceder a um site e, após alguns cliques, ter uma exposição imobiliária".

Esta medida é nada mais nada menos do que a mais recente tentativa de popularizar estratégias desenvolvidas pelos investidores institucionais após a crise das hipotecas. Isto levou a que empresas como a Blackstone Group e a Starwood Property Trust acumulassem grandes carteiras de casas deste género.

A Roofstock planeia começar com imóveis no intervalo de preços entre os 100 e os 200 mil dólares (entre 88 mil e 176 mil euros), em Atlanta e Indianápolis, sendo que os empréstimos serão utilizados para financiar não mais do que metade do valor de compra.

Porém, sublinhe-se, este programa está limitado a investidores credenciados, o que significa que são suficientemente experientes para avaliar o risco de as reparações domésticas ou a fraqueza dos mercados de arrendamento consumirem os lucros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório