Meteorologia

  • 21 FEVEREIRO 2019
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 17º

Edição

Endividamento da economia volta a subir. Já está nos 723,1 mil milhões

Acréscimo ficou a dever-se, sobretudo, ao aumento do endividamento no setor público.

Endividamento da economia volta a subir. Já está nos 723,1 mil milhões
Notícias ao Minuto

11:00 - 22/01/19 por Beatriz Vasconcelos 

Economia Novembro

O endividamento da economia portuguesa voltou  subir em novembro, tendo-se fixado nos 723,1 mil milhões, de acordo com dados divulgados, esta terça-feira, pelo Banco de Portugal (BdP). A maior parte, saliente-se, era referente ao setor privado, mas foi o aumento da dívida no setor público que motivou este acréscimo. 

"Em novembro de 2018, o endividamento do setor não financeiro situou-se em 723,1 mil milhões de euros, dos quais 323,4 mil milhões de euros referentes ao setor público e 399,8 mil milhões de euros ao setor privado", pode ler-se no comunicado divulgado pelo supervisor.

O comportamento em cadeia, ou seja, em comparação com o mês anterior foi de aumento. O endividamento aumentou 1,6 mil milhões de euros em comparação com outubro. 

Este acréscimo ficou a dever-se, sobretudo, ao aumento da dívida no setor público, que foi de 1,2 mil milhões de euros. Já no setor privado, o aumento foi de 400 milhões de euros, ainda de acordo com dados divulgdos pelo supervisor. 

Por sua vez, "o acréscimo do endividamento do setor público resultou, sobretudo, do aumento do endividamento face ao setor não residente e às próprias administrações públicas", refere a entidade liderada por Carlos Costa.

[Notícia atualizada às 11h11]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório