Meteorologia

  • 17 NOVEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Governo timorense saldará resto da dívida à maior operadora do país

O Governo timorense salda em 2019 a dívida acumulada ao longo de vários anos com a Timor Telecom, a maior operadora do país, prevendo o pagamento de 4,5 milhões de dólares no Orçamento Geral do Estado (OGE).

Governo timorense saldará resto da dívida à maior operadora do país
Notícias ao Minuto

13:57 - 08/11/18 por Lusa

Economia OGE

Esse pagamento, de 4,5 milhões de dólares, soma-se ao mesmo valor que orçamentou para pagar ainda este ano, saldando assim a divida que foi sendo acumulada ao longo de vários anos.

A dotação está detalhada na proposta de lei do OGE para 2019, entregue hoje pelo Governo ao Parlamento Nacional para tramitação, a que a Lusa teve acesso.

No final de setembro, a dívida do Estado à operadora era de 9,3 milhões de dólares (cerca de oito milhões de euros), segundo dados obtidos pela Lusa.

O valor da dívida, a maior parte acumulada há vários anos, representa 82,5% do total da dívida dos clientes à Timor Telecom (TT), sendo que não há ainda calendário para a regularização, disse fonte da operadora à Lusa.

Nos três meses anteriores, a dívida do Estado à TT cresceu 653 mil dólares, de acordo com o balanço de informação financeira da operadora.

Globalmente, a TT tinha a receber dos clientes, até final de setembro, 11,28 milhões de dólares.

O Orçamento Geral do Estado para 2018, aprovado no fim do mês passado, com o país a viver de duodécimos desde janeiro, inclui 87 milhões de dólares (75 milhões de euros) para pagar dívidas e obrigações em atraso.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório