Meteorologia

  • 16 NOVEMBRO 2018
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Comissão Europeia confiante em entendimento com Itália sobre orçamento

Reinhard Felke, chefe de gabinete adjunto do comissário europeu dos Assuntos Económicos Pierre Moscovici, afirmou-se hoje confiante num entendimento com Itália sobre o orçamento para 2019 que assegure o respeito pelas regras da zona euro.

Comissão Europeia confiante em entendimento com Itália sobre orçamento
Notícias ao Minuto

22:47 - 25/10/18 por Lusa

Economia Reinhard Felke

Para este responsável, que falava em Lisboa, os cidadãos italianos gostam de pertencer à zona euro e o Governo de coligação entre a Liga (nacionalista) e o Movimento 5 Estrelas (antissistema), em funções desde junho, sabe que isso implica cumprir as regras estabelecidas.

"Se partilho o otimismo de [o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario] Draghi? Penso que sim. Pode ser uma questão de tempo, mas acho que vamos entender-nos", respondeu Felke a uma pergunta da audiência numa conferência sobre Europa organizada pelo PSD e pelo Instituto Sá Carneiro, na Assembleia da República.

Para Reinhard Felke, "há um desejo forte dos cidadãos de permanecer na zona euro e é muito claro para um país que quer pertencer que tem de respeitar as regras coletivamente aprovadas".

Felke citou uma informação interna datada de hoje sobre taxas de aprovação dos cidadãos de toda a zona euro relativamente ao euro que mostra que elas "são muitos fortes" em Itália e "até aumentaram nos últimos seis meses".

"Portanto, estou bastante confiante de que vamos chegar a uma solução e de que pode ser evitado um conflito excessivo", afirmou.

O responsável europeu frisou que Itália "é uma economia muito sólida", mas que "tem uma das dívidas públicas mais elevadas", e que o plano orçamental para 2019 apresentado pelo Governo, "em vez de manter os compromissos assumidos por este mesmo Governo, em junho ou julho", "deteriora o processo de consolidação estrutural do orçamento", aumentando o défice "estruturalmente e nominalmente".

Perante um tal plano orçamental, a Comissão tem "o dever de proteger o interesse coletivo de todos os Estados-membros", disse Felke-

A Comissão Europeia rejeitou na terça-feira o plano orçamental de Itália para 2019 e deu ao Governo italiano três semanas para apresentar um novo orçamento.

A Itália é o primeiro país a ver o seu projeto orçamental "chumbado" desde a implementação do "semestre europeu" de coordenação de políticas económicas e orçamentais, instituído em 2010.

Reinhard Felke falava na primeira de seis conferências que constituem o ciclo "Nós e a Europa: o que a União Europeia pode fazer pelos portugueses?", que teve também como oradores o líder do PSD, Rui Rio, o ex-ministro social-democrata Luís Mira Amaral, o antigo secretário de Estado Hélder Rosalino e a responsável na direção do PSD pela área da União Europeia, Isabel Meirelles.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório