Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2018
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 17º

Edição

"Sinto-me mais valorizado em 8 meses de Milan que em 5 anos de Benfica"

Em entrevista exclusiva com o Desporto ao Minuto, Tiago Dias admite sentir que não foi "tão valorizado quanto merecia" no Benfica. O extremo português do AC Milan tece, ainda, rasgados elogios a Gennaro Gattuso, e admite que, neste momento, não lhe passa pela cabeça regressar a Portugal.

"Sinto-me mais valorizado em 8 meses de Milan que em 5 anos de Benfica"
Notícias ao Minuto

08:00 - 20/04/18 por Carlos Pereira Fernandes 

Desporto Tiago Dias

Sete golos e sete assistências repartidos por 34 jogos. Titular absoluto na equipa Primavera do AC Milan. Tudo isto no seu primeiro ano no futebol italiano. Falamos de Tiago Dias, internacional sub-20 português que, no verão passado, trocou o Benfica para embarcar numa aventura num dos clubes com mais história do futebol europeu.

Para trás, ficaram quase cinco anos na formação do Benfica e uma ainda mais longa passagem pelas camadas jovens do Sporting. O Desporto ao Minuto visitou Milão, onde esteve à conversa com uma das maiores promessas do futebol português.

O extremo de 19 anos ‘abriu o livro’ e falou não só do passado em Portugal e do presente em Itália, como ainda do futuro, que, admite, deverá continuar longe do país que o viu nascer para o desporto-rei. 

Sentir o peso e a história de San Siro é algo de incrível

Estás em Milão há menos de um ano. Que balanço fazes desta experiência até agora?

Faço um balanço muito positivo. Nunca pensei que em tão pouco tempo me fosse adaptar tão bem, sinceramente. As pessoas receberam-me muito bem, só tenho que agradecer pelo que fizeram por mim. Ajudaram-me muito, trataram-me sempre bem. Ter aprendido a língua também me ajudou, permitiu-me comunicar e entrosar-me melhor com os meus colegas. O meu trabalho também foi importante para me tornar naquilo que sou hoje aqui: uma pessoa bem vista. Espero continuar assim.

Já conquistaste uma medalha, embora de vencido na final da Taça Primavera. Depois de perderem por 0-2 na primeira mão, esperavas mais em San Siro?

Esperava que déssemos a volta ao resultado e conseguíssemos ganhar a Taça. Infelizmente não conseguimos, mas demos tudo de nós. O mais importante foi termos dignificado a camisola deste grande clube.

Já tinhas estado em San Siro, quando foste convocado para o jogo com o Chievo. Como é viver esse ambiente por dentro?

É uma sensação muito boa. Sentir o peso e a história que tem aquele estádio é algo de incrível. Não dá para explicar, só sentindo o que é estar ali. Gostei muito, fiquei muito orgulhoso.

Faltam cinco jogos para o final da campeonato. Qual é a meta?

O objetivo é ir ao playoff, que pode dar-nos a possibilidade de ganhar o campeonato. No playoff, são jogos a eliminar, é mata-mata, e tudo é possível. Acho que temos qualidade para conseguir esse objetivo.

Gattuso foi o treinador que mais me ensinou

És o terceiro jogador mais utilizado dos sub-19, tens golos, assistências… Qual foi o segredo para uma adaptação tão rápida?

Foi uma mistura de muitas coisas. Foi o meu trabalho, foi também o facto do mister Gattuso me ter ajudado muito. Foi uma pessoa que me deu muito carinho quando cheguei e que me ensinou muita coisa. Sentir o apoio do treinador e saber que ele queria apostar em mim, ajudou muito. Os meus colegas também me receberam lindamente.

Foi mais complicado adaptares-te ao futebol ou à vida em Itália?

Foi mais ao futebol. A vida é mais ou menos a mesma coisa. O futebol é muito diferente do português, não tem nada a ver. O futebol italiano obriga um jogador a correr mais, é mais intenso, muito tático. Aqui trabalham muito a parte tática.

Como foi trabalhar com Gattuso?

É muito exigente. É um treinador que trabalha todos os dias com uma dedicação enorme. Um jogador só de saber que está a trabalhar com uma lenda do futebol, com uma pessoa que ganhou tudo neste clube, é uma grande motivação para gostar de trabalhar com ele e para mostrar que se tem qualidade.

O facto de te ter convocado para a equipa principal também foi um grande sinal de confiança…

Sim, sem dúvida. Foi um orgulho para mim. É sinal que me está a valorizar, que está a ver o meu trabalho. Agora vou continuar a trabalhar para conseguir estar lá mais vezes e para o continuar a agradar. É a ele que tenho que agradar neste momento.

Alguma vez te deu uma grande ‘descasca’?

Sim, sim, várias vezes. É muito exigente, muito profissional. Uma pessoa que gosta verdadeiramente do que faz. A meu ver, é assim que se tem que trabalhar. Quando cheguei, agarrava-me muito à bola e ele dizia-me para jogar mais simples. Dizia-me isso todos os dias nos treinos. Até hoje, foi o treinador que mais me ensinou.

Em quem mais te revês na equipa principal?

A minha referência na equipa principal é o Suso, joga na minha posição. É o jogador com quem mais me identifico. É sempre um prazer treinar com eles. Tanto o André [Silva], como o Suso, como o Bonucci, o Donnarumma… É um prazer enorme lidar com eles no dia-a-dia.

Têm muito contacto com a equipa principal?

Aqui em Itália sim, em Portugal não era bem assim. Não há um contacto tão forte. Aqui, as duas equipas estão mais próximas.

Notícias ao MinutoTiago Dias já jogou em San Siro pelos sub-19 do AC Milan, na final da Taça Primavera. Também já lá esteve pela equipa principal, quando foi convocado por Gattuso para o jogo com o Chievo© Rita Correia da Silva

Gosto muito do Benfica, é o meu clube. Mas não posso comparar com o AC Milan

Há um ano quando estavas no Benfica imaginavas que agora estarias aqui?

Não, nunca me passou pela cabeça.

Quando te disseram que o AC Milan era uma possibilidade, o que te passou pela cabeça?

Quando me falaram de um clube como este, com esta história, fiquei muito contente. Nem pensei duas vezes. A partir do momento em que falam do AC Milan, acho que nem há muito a pensar. Não hesitei.

Alguma vez pensaste que não tivesse sido a melhor opção?

Não, nunca me passou pela cabeça. Tinha noção do que podia fazer e do meu talento. Nunca tive aquela dúvida ‘Será que fiz bem, será que não fiz bem?’. Tive saudades da família, como era normal, mas na parte futebolística nunca tive dúvidas.

Foi assim tão simples dar o ‘sim’ ao AC Milan depois de tantos anos no Benfica?

Quando se fala do AC Milan… Gosto muito do Benfica, é o meu clube. Mas não posso comparar uma realidade com a outra. Estamos a falar do Benfica e do AC Milan. Acho que não há dúvida, não há comparação. Acho que fiz a melhor escolha, tanto para mim, como para a minha família.

Jogaste nos juniores e na equipa B do Benfica. Tiveste pena de não ter jogado na equipa principal?

Não é bem pena… Senti que podia ser mais valorizado no Benfica. Não fui tão valorizado quanto merecia. Gostei muito dos anos em que lá estive, aprendi muito, fiz grandes amizades, conheci pessoas muito boas. Mas quando me falaram do AC Milan, não hesitei.

E aqui, sentes-te valorizado?

Sim, sem dúvida. Sinto-me mais valorizado aqui em oito meses do que no Benfica em cinco anos.

Por que dizes isso?

Vejo a forma como as pessoas me tratam, como o mister me recebeu desde o dia em que entrei nesta casa, a maneira como toda a gente neste clube me trata… Sinto muito carinho aqui neste clube e isso fez com que ganhasse um grande amor por este clube. Acho que fiz a melhor escolha, não voltava atrás.

Sinto que tenho de mostrar por que joguei em Sporting e Benfica

Jogaste na formação de Sporting, Benfica e AC Milan. Sentes que as pessoas esperam mais de ti por isso?

Sinto um bocado essa pressão, porque tanto o Sporting como o Benfica são clubes com formações muito boas, que trabalham muito bem. Claro que sinto essa pressão, um jogador jogando no Sporting e no Benfica tem sempre essa pressão. A qualidade é muita, são clubes muito fortes. Sinto pressão de ter que mostrar por que joguei nesses dois clubes

Para quem não conhece o Tiago Dias, como te apresentas enquanto jogador?

Sou um jogador rápido, que gosta de ir para cima do adversário. Sou forte no um-contra-um, trabalho para a equipa, gosto de ajudar os meus colegas. Sou intenso, marco alguns golos, faço assistências…

Já identificaste aquele ponto em que precisas de melhorar?

Acho que preciso de melhorar o meu jogo de cabeça. Taticamente, acho que já melhorei um bocado desde que cheguei aqui. Estou mais forte em termos táticos, o futebol italiano ajuda muito a isso, mas ainda posso melhorar defensivamente.

Um extremo com golo, que quer melhorar o jogo de cabeça… O Cristiano Ronaldo é também uma referência para ti?

O Cristiano Ronaldo não é bem a minha referência, não é um jogador com que me identifique muito… Gosto, por exemplo, do Di María. Acho que tenho algumas parecenças. Vejo muito o Suso, é uma referência minha, acho que posso seguir os passos dele. E já que ele está no mesmo clube do que eu, seguir os passos dele seria perfeito.

Contas jogar com o Suso na equipa principal na próxima época?

Não tenho ainda tudo definido a 100%. Mas sinto que, provavelmente, vou fazer a pré-época com a equipa principal. Depois, tudo depende do meu rendimento. Se tudo correr bem, posso ficar no plantel. Depois há outras opções. É uma decisão a tomar mais à frente.

Acreditas que vais conquistar o teu espaço?

Sim, sim. Sinto que tenho o que é preciso para vingar num clube como este. Conheço bem este treinador. Trabalhei com ele cinco meses, sei o que ele pede, o que gosta. É uma grande ajuda para ter sucesso nesta equipa.

Voltar a Portugal não está nos teus horizontes? Bruno Fernandes, por exemplo, também saiu de Portugal para Itália muito jovem e agora regressou para ‘explodir’ no Sporting...

Neste momento, estou muito bem aqui. Voltar a Portugal agora não é opção, não tenho isso em mente. Daqui a algum tempo… Não sei, estou num campeonato que considero melhor do que o português. É um campeonato mais competitivo, não tenho dúvidas. Para regressar a Portugal, teria que ser uma coisa mesmo muito boa.

Espanha - Ingaterra, um clássico de seleções! Aposte 20€ sem risco e ganhe 110€ como a Inglaterra vai ganhar!

Múltipla Liga das Nações: Aposte 20€ sem risco como Inglaterra e Islândia vão ganhar e ganhe 453,2€!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório