Pepe e Raphael Guerreiro entre os 50 melhores do mundo em 2016

FourFourTwo colocar o central no 45.º lugar e o lateral no 48.º.

© Global Imagens
Desporto FourFourTwo

A FourFourTwo continua a desvendar a lista com aqueles que considera terem sido os melhores jogadores do mundo no ano civil de 2016.

PUB

João Mário (96.º) e Renato Sanches (69.º) eram, até agora, os únicos representantes portugueses na lista, mas ganharam companhia com a revelação dos futebolistas que ocupam entre a 50.ª e a 41.ª posições.

Começando por Raphael Guerreiro, que ocupa o 48.º lugar, a reputada publicação britânica elogia, não só o seu “jogo enérgico e tecnicamente prolífico”, como também o “entendimento tático” e “inteligência”, que lhe permitem “jogar em várias posições”.

“Como a França deve ter desejado que Guerreiro tivesse escolhido o país onde nasceu em vez do do seu pai, enquanto viram o tenaz e hábil lateral-esquerdo anular Paul Pogba, atirar um pontapé-livre à barra e, de maneira geral, assinar uma exibição cheia de garra e classe na final do Campeonato Europeu”, escreve.

Pepe surge pouco acima do jogador do Borussia Dortmund. O central luso-brasileiro ocupa o 45.º lugar e a FourFourTwo sublinha que, apesar da fama de “vilão pantomineiro”, é impossível “ser a primeira escolha para defesa-central do Real Madrid durante uma década sem ser um grande jogador”.

“O vasto leque dos seus atributos defensivos esteve à vista no Euro’2016, onde exibições monstruosas nos dois jogos mais duros de Portugal, contra Croácia e França, lhe valeram um lugar na Equipa do Torneio. Foi o culminar de um par de meses mágicos para o central, que arrecadou a sua segunda medalha de vencedor da Liga dos Campeões no início do verão”, atira.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS