Grande Prémio de Itália mantém-se na Fórmula 1 por mais três anos

O Grande Prémio de Itália em Fórmula 1 vai permanecer no circuito de Monza por mais três anos, anunciou hoje o automóvel clube do país transalpino (ACI).

© DR
Desporto Fórmula 1

"Assinado! O patrão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, e o presidente da ACI, Angelo Sticchi Damiani, assinaram na segunda-feira o acordo que mantém o Grande Prémio de Itália no calendário internacional nos próximos três anos", disse a ACI em comunicado.

PUB

Os promotores estavam confiantes em 'selar' o contrato de 68 milhões de euros, negociado em setembro com Bernie Ecclestone.

"Conseguimos evitar a terrível hipótese de ver a Itália perder, depois de 70 anos, uma das mais prestigiadas, históricas e excitantes corridas mundiais de automóveis", acrescentou Angelo Sticchi Damiani.

Monza foi em 1921 palco da primeira prova de Fórmula 1 em Itália e é a prova mais antiga entre as que compõem o calendário atual: foi uma das corridas que integraram a estreia do mundial, em 1950.

A extensão do contrato vinha a ser negociada há um ano, nomeadamente quanto aos custos do evento, que este ano foi ganho pelo alemão Nico Rosberg, que se sagrou, no passado fim de semana, campeão do mundo pela primeira vez.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS