Slater 'brilha' em Peniche. John John e Medina têm nova oportunidade

Surfista norte-americano venceu o oitavo 'heat' do Meo Rip Curl Pro Portugal, com 15,83 pontos.

© DR
Desporto Surfe

O norte-americano Kelly Slater alcançou hoje uma das melhores pontuações da primeira ronda da etapa de Peniche do circuito mundial de surf, enquanto o havaiano John John Florence e o brasileiro Gabriel Medina vão enfrentar a repescagem.

PUB

O 11 vezes campeão do mundo e em Peniche em 2010 venceu o oitavo 'heat' do Meo Rip Curl Pro Portugal, com 15,83 pontos, e qualificou-se diretamente para a terceira ronda, tal como o 'wild-card' português Frederico Morais, o seu compatriota Kolohe Andino, o sul-africano Jordy Smith, os brasileiros Jadson André, Miguel Pupo, Wiggolly Dantas, Adriano de Souza e Italo Ferreira e os australianos Joel Parkinson, Kai Otton, vencedor em Peniche em 2013, e Josh Kerr.

"Cheguei ontem [na segunda-feira] ao final da tarde, não tinha surfado antes do 'heat', porque tinha surfado nos últimos dias em França. Descansei lá uns dias, as minhas costas melhoraram e não tinha nada melhor para fazer e vim surfar. Tenho muita coisa em mente, além dos campeonatos, mas quando estou a competir estou focado em fazer o meu melhor e quero ganhar esta prova", frisou Slater, após derrotar os australianos Matt Banting e Stuart Kennedy.

Na praia de Supertubos, o também convidado luso Miguel Blanco foi relegado para a segunda eliminatória, de repescagem, fase em que vai voltar a defrontar John John Florence, o líder do circuito.

Também nesta fase estão o brasileiro Gabriel Medina, segundo do 'ranking' mundial e campeão do mundo em 2014, derrotado por 'Kikas', e o australiano Matt Wilkinson, terceiro da hierarquia, que vão tentar a qualificação para a terceira ronda diante do australiano Ryan Callinan e do francês Jeremy Flores, respetivamente.

Na primeira ronda, 'Kikas' conquistou 11,37 pontos (5,57 e 5,80), contra 9,76 (4,73 e 5,03) de Medina e 8,03 (3,90 e 4,13) de Coffin, enquanto Blanco não foi além de uns insuficientes 11,17 (6,10 e 5,07) perante os 13,20 do brasileiro Jadson André 13,20 (6,67 e 6,53), apesar de ter superado John John Florence, que contabilizou 9,94 (4,67 e 5,27).

Depois de terem sido disputadas hoje as 12 baterias da primeira ronda, a organização da prova, cujo período de espera se prolonga até 29 de outubro, agendou nova chamada para quarta-feira, às 07:50, para um possível reinício 15 minutos depois.

John John é o único a poder conquistar o título mundial na 10.º e penúltima etapa, necessitando de vencer o Meo Rip Curl Pro Portugal e Medina não consiga melhor do que o nono lugar, correspondendo a uma eliminação nos quartos de final ou antes.

O havaiano pode ainda chegar ao título se for finalista em Peniche, Medina não passe a terceira ronda, Wilkinson não chegue às meias-finais e Smith à final.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS