Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2019
Tempo
25º
MIN 24º MÁX 25º

Edição

Roberto vendido duas vezes num mês e Pizzi foi moeda de troca

Foram conhecidos novos pormenores relativos à transferência do espanhol, num negócio que teve vários intervenientes.

Roberto vendido duas vezes num mês e Pizzi foi moeda de troca

Os pormenores do contrato de Roberto, guarda-redes espanhol que passou pelo Benfica em 2010/11, foram divulgados pelo site Football Leaks.

Depois de uma época de estreia para esquecer no Estádio da Luz, o espanhol regressou a Espanha e ao Saragoça a troco de 8,6 milhões, mais cem mil euros do que o seu passe havia custado quando se transferiu do Atlético de Madrid para Lisboa.

Contudo, o Saragoça nunca chegou a pagar mais do que 86 mil euros e o Benfica voltou a adquirir o passe do jogador por incumprimento da entidade espanhola, segundo adiantou a Lusa a 30 de julho de 2013. Roberto assinou, então, um novo contrato com as ‘águias’ válido até 2016/17, auferindo de um ordenado na ordem dos 1,2 milhões de euros/época (100 mil euros mensais).

O futebolista seria emprestado por uma temporada ao Olympiakos, segundo dá conta o Record, e em fevereiro de 2014, o Benfica e Roberto anularam o contrato que havia entre ambos.

O mais curioso é que esta revogação do vínculo aconteceu um dia depois de Benfica, Atlético Madrid, Olympiakos e Roberto terem rubricado um acordo que anunciava a venda dos direitos económicos do guardião aos madrilenos, embora os direitos desportivos continuassem a pertencer aos ‘encarnados’ (devendo ser entregues aos madrilenos no final da cedência).

O negócio terá sido fechado julho de 2013, ou seja, pouco depois do seu passe ter sido readquirido pelo Benfica. Como forma de compensar o Benfica, o emblema da Luz receberia Pizzi a título definitivo, atleta que actualmente faz parte do plantel.

Contudo, ainda em fevereiro de 2014, o Atlético Madrid transfere 50 por cento dos direitos económicos do jogador para os gregos do Olympiakos, assim como a totalidade dos seus direitos desportivos. O Benfica aprovou o negócio e os espanhóis receberam 2,5 milhões de euros.

O Olympiakos, na mesma data, terá pago 500 mil euros aos agentes Mariano López e Claudio Tonolla, da Contineo Limited, por terem intermediado a transferência. Roberto assinaria um contrato válido até 2018, auferindo de um ordenado a rondar os 57,3 mil euros (172 mil por trimestre).

Registe-se na Betano e aproveite o Bónus de 50% até 50€ no primeiro depósito! Jogue no Casino e ganhe Rodadas Grátis!

 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório