Meteorologia

  • 20 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 22º

Presidente do Marítimo agride adepto. Claque critica ato "irrefletido"

Situação aconteceu em pleno aeroporto Cristiano Ronaldo, no Funchal.

Presidente do Marítimo agride adepto. Claque critica ato "irrefletido"
Notícias ao Minuto

09:40 - 20/05/24 por Notícias ao Minuto

Desporto II Liga

Carlos André Gomes, presidente do Marítimo, agrediu com uma chapada um adepto, na noite de domingo, que pedia a demissão do treinador Fábio Pereira e do próprio dirigente. Tudo aconteceu em pleno aeroporto Cristiano Ronaldo, no Funchal.

Os madeirenses regressavam a casa depois de terem empatado na visita ao Académico de Viseu, resultado que impediu os insulares de irem ao playoff de acesso à I Liga. De acordo com imagens da RTP Madeira, o adepto gritava com o treinador Fábio Pereira, exigindo "se és homem pede a demissão; é uma vergonha seres do Marítimo".

Carlos André Gomes saiu em defesa do técnico e o referido adepto também pediu a sua demissão: "E você também". O presidente do Marítimo não se conteve e respondeu com uma chapada, sendo de imediato afastado do homem.

Ainda de acordo com a RTP Madeira, o adepto em causa apresentou queixa à PSP. Já Carlos André Gomes foi identificado por agentes presentes no aeroporto.

Entretanto, e através das redes sociais, a claque do Marítimo 'Fanatics 13' realça que foi um ato infeliz e irreflectido por parte do presidente do Marítimo.

"Os CSMFanatics13 vêm por este meio relembrar a toda a nossa massa associativa e adeptos em geral, que o nosso maior património são os nossos sócios maritimistas. Depois do que aconteceu ontem em termos desportivos e depois de falhar completamente os nossos objetivos, qualquer sócio tem direito a demostrar o seu descontentamento, seja dentro do estádio e fora dele. São os assalariados do clube que devem ser os primeiros a respeitar aqueles que acompanham a equipa, de norte a sul do pais, única e exclusivamente para apoiar o Club Sport Marítimo. Conhecendo a postura do nosso presidente, temos a certeza que o que aconteceu no aeroporto foi um ato infeliz e irrefletido, mas que nunca poderá passar em branco", pode ler-se na nota deixada na rede social Facebook.

"Os Fanatics nunca serão, nem da lista A, B ou C, nem do Carlos Pereira, Rui Fontes ou Carlos André. Os Fanatics defenderão eternamente o nosso maior património porque este grupo foi criado pelo amor que sentimentos ao Club Sport Marítimo. No dia em que estes nossos valores não sejam mais respeitados o melhor é mesmo arrumarmos as malas e dedicarmos à pesca, todos os fins de semana", termina o comunicado.

Leia Também: Eis o golo que afastou o Marítimo da possibilidade do regresso à I Liga

Leia Também: Académico de Viseu estraga festa do Marítimo e AVS vai ao playoff

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório