Meteorologia

  • 18 JULHO 2024
Tempo
31º
MIN 17º MÁX 33º

Rúben Amorim prometeu e cumpriu. 'Aluno' virou 'professor' na Europa

Treinador dos verde e brancos tem evoluído no seu percurso pessoal a nível europeu. Segue-se um duplo confronto com a Juventus que pode levar os leões de novo a uma meia final de uma prova europeia mais de dez anos depois.

Rúben Amorim prometeu e cumpriu. 'Aluno' virou 'professor' na Europa
Notícias ao Minuto

06:58 - 21/03/23 por Rodrigo Querido

Desporto Sporting

Corria o mês de setembro de 2021 quando o Sporting entrou com o pé esquerdo na Liga dos Campeões. Meses depois do histórico título de campeão nacional, 19 anos depois, os leões iniciavam a participação na fase de grupos com uma goleada por 5-1 em casa diante do Ajax.

Foi um duro confronto com a realidade para uma jovem equipa leonina e para Rúben Amorim, que estava há pouco mais de um ano no cargo de treinador do Sporting e que não tinha experiência como técnico a nível europeu.

A primeira época em Alvalade, a tal que terminaria com o título de campeão português, começou com uma derrota surpreendente aos pés do desconhecido LASK Linz, que afastou os leões da fase de grupos da Liga Europa.

Da goleada diante do Ajax à chegada aos quartos de final

E a segunda temporada de Rúben Amorim de leão ao peito não podia ter começado da pior maneira. Um autêntico show de Sébastien Haller, hoje ao serviço do Borussia Dortmund, e quatro golos do avançado costa-marfinense sentenciaram uma das piores derrotas de sempre dos leões na prova.

O tempo era de reflexão para os campeões nacionais após uma noite europeia para esquecer e, na altura, Rúben Amorim garantiu que a goleada ia servir para os leões tirarem as devidas ilações para o futuro.

"Sofro mais por eles do que por mim. Durmo bem a preparar o jogo e sabíamos o que fazer. Esta é uma equipa muito experiente na Europa, nós não. E sentimos os dois primeiros golos. Tivemos alguns jogadores nervosos, mas guardo a forma como reagimos. Temos de aprender, principalmente o treinador. É olhar para o jogo e ver o que fizemos mal. Esta equipa tem muito coração, tenho orgulho neles. Se fazem isso sempre, têm sempre o treinador do lado deles", afirmou Rúben Amorim após o embate com o Ajax.

A verdade é que o tempo deu razão ao técnico leonino. É certo que, à goleada ante os neerlandeses, se seguiu uma derrota em casa do Dortmund, mas o novo desaire serviu como 'chicote' para os leões, que triunfaram nos três jogos seguintes, incluindo na receção aos alemães. Um conjunto de resultados que valeu a passagem aos oitavos de final da Liga dos Campeões.

Pela frente os leões não podiam ter pedido pior adversário. Em sorte, calhou o campeão em título Manchester City e como 'prenda' os leões obtiveram uma goleada, por 5-0, em Alvalade. No entanto, na retina fica a exibição dos leões em Inglaterra que alcançaram um nulo em casa da equipa de Pep Guardiola.

A queda da Champions e a noite de glória em Londres

A temporada 2022/23 demonstra bem a evolução de Rúben Amorim e da sua equipa a nível europeu. Pela segunda época seguida, os leões garantiram um bilhete para a fase de grupos da Liga dos Campeões, calhando num grupo com Eintracht Frankfurt, Tottenham e Marseille.

O grupo era muito equilibrado e isso ficou bem patente até à última ronda, altura em que não estavam definidos nenhum dos clubes apurados para os oitavos de final da Liga dos Campeões. Depois de duas vitórias iniciais contra alemães e londrinos, os leões fecharam a participação com uma derrota em casa com o Eintracht que atirou os verde e brancos para a Liga Europa.

Chegados a abril, os lisboetas continuam vivos nas provas europeias. Após a goleada diante dos dinamarqueses do Midtjylland, os leões carimbaram a passagem aos quartos de final da competição com uma noite de glória em casa do Arsenal.

Após o empate em casa com o líder da Premier League, o Sporting viajou até à capital inglesa para 'arrumar' com os gunners no desempate por grandes penalidades, noite marcada por um golo extraordinário de Pedro Gonçalves.

Segue-se agora um duplo confronto com a Juventus, que já mediu forças com o Benfica nesta temporada. Esta é, nos tempos recentes, uma das melhores prestações europeias dos leões. A última vez que o Sporting tinha chegado tão longe nas provas continentais tinha sido na época 2011/12, altura em que a equipa de Ricardo Sá Pinto caiu nas 'meias' da Liga Europa com o Athletic.

Leia Também: "Iván Jaime? Chegar a um grande como FC Porto ou Sporting leva tempo..."

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório