Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2022
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 15º

Leão seria bicampeão se apenas contasse o selo de garantia nacional

Cálculos feitos com base nos golos apontados por jogadores nacionais no campeonato português revelam uma classificação final com algumas mudanças em relação à atual.

Leão seria bicampeão se apenas contasse o selo de garantia nacional

O FC Porto está cada vez mais perto de festejar o campeonato pela 30.ª vez, mas a história poderia ser outra se apenas fossem contabilizados os marcadores portugueses na presente edição da I Liga. Aí quem poderia festejar era... o Sporting.

Numa classificação em que os auto-golos não foram contabilizados, os verde e brancos assumiriam a liderança destacada, o Benfica manteria a terceira posição (tal como a realidade assim o dita) e os azuis e brancos cairiam para o quinto posto, isto de acordo com dados que são disponibilizados pelo portal especializado Transfermarkt.

Ainda no top-5, o Sporting de Braga e o Estoril seriam as duas equipas que figurariam entre os "grandes", mas a maior surpresa iria mesmo para a queda do Boavista do meio para o fundo da tabela.

No caso do Sporting, Paulinho, Pedro Gonçalves e Nuno Santos assinaram um total de 25 dos 37 golos lusos. O Benfica, apesar de se galvanizar com Darwin, tem ainda Gonçalo Ramos e Rafa a apontar 15 dos 21 golos. Já o FC Porto apenas conta com um jogador com mais de três golos: Fábio Vieira, neste caso, com 6 dos 16 golos apontados por portugueses.

Curiosamente, recorrendo ao plantel de cada um dos três 'grandes', os dragões até são a equipa com mais portugueses na equipa principal (18), sendo que os verdes e brancos aparecem logo a seguir, com 17, e o Benfica com 12. Ainda assim, isso não se repercute propriamente nesta classificação, principalmente no caso do FC Porto.

Clube Pontos Vitórias Empates Derrotas Golos Marcados Golos Sofridos
Sporting 76 23 7 2 37 5
Sporting de Braga 67 20 7 5 37 10
Benfica 56 14 14 4 21 11
Estoril 50 12 14 6 23 13
FC Porto 47 11 14 7 16 9
Paços de Ferreira 41 8 17 7 11 13
Vitória SC 37 6 19 7 13 13
Famalicão 35 5 20 7 11 11
Santa Clara 35 6 17 9 9 12
Tondela 35 7 14 11 18 22
Marítimo 35 5 20 7 5 13
Vizela 34 6 16 10 13 19
Portimonense 33 6 15 11 7 15
Arouca 31 4 19 9 5 17
Gil Vicente 29 4 17 11 4 14
Belenenses SAD 29 4 17 11 4 14
Moreirense 25 0 25 7 1 10
Boavista 23 1 20 11 2 16

Olhando para os dados mais surpreendentes das restantes equipas, a explicação para que os bracarenses surgissem numa confortável segunda posição explicar-se-ia, fundamentalmente, com os números do goleador Ricardo Horta, que foi responsável por 17 dos 37 golos lusos.

Em sentido inverso, o Boavista conta com apenas dois golos portugueses (Ilori e Luís Santos) em toda a presente edição, o que lhe vale a última posição, atrás do Moreirense, que apenas conta com um golo luso, o de Paulinho.

Sendo a classificação feita com base em golos apenas e só apontados por marcadores portugueses, esta acaba por ser uma tabela com reflexo também nos golos sofridos por cada equipa que, naturalmente, mexem com triunfos, empates, derrotas e, consequentemente, pontos.

Ainda assim, curiosamente, o Sporting foi a equipa que menos golos (5) sofreu por parte de jogadores lusos e o Tondela a que mais sofreu (22), apesar da posição a meio desta tabela.

.Leia Também: Recorde do século à distância de 4 golos e 7 pontos: O desafio do dragão

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório