Meteorologia

  • 28 JANEIRO 2022
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

"Superliga Europeia não era desporto, era venda de direitos televisivos"

Arsène Wenger acredita que a prova "irá acontecer um dia, e terá como base o mérito".

"Superliga Europeia não era desporto, era venda de direitos televisivos"

A agência noticiosa espanhola EFE publica, este sábado, uma extensa entrevista com Arsène Wenger, na qual o antigo treinador do Arsenal e atual membro da estrutura da FIFA se mostra satisfeito pelo 'desmoronamento' da Superliga Europeia.

O técnico francês avisa que "o sistema financeiro acabou com a imprevisibilidade do futebol", e acredita que uma competição fechada com os maiores emblemas do futebol continental só iria agravar esse cenário.

"A Superliga Europeia é um projeto americano liderado por Florentino Pérez, que é, provavelmente, o presidente da maior equipa do mundo. Mas ignorou os princípios do futebol: lá em cima estão aqueles que ganham dentro de campo. Não podes lá chegar por decreto", começou por afirmar.

"Por isso é que este projeto nunca seria aceite, porque esquece aquilo que faz o desporto grandioso. Jogas contra os melhores porque o mereceste. A Superliga irá acontecer um dia, e terá como base o mérito. Mas isto não era desporto, era venda de direitos televisivos", completou.

Leia Também: "Por que é que o Real Madrid não pode jogar Champions e Superliga?"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório