Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2020
Tempo
20º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

"Zivkovic? Tivemos sorte o Benfica ter muitas opções para aquele lugar"

Treinador do PAOK considera que seria difícil seguir em frente se a eliminatória fosse a duas mãos.

"Zivkovic? Tivemos sorte o Benfica ter muitas opções para aquele lugar"

Abel Ferreira, treinador do PAOK, mostrou-se radiante pela vitória frente ao Benfica, que ditou a continuidade na Liga dos Campeões, mas reconheceu que se a eliminatória fosse a duas mãos a tarefa da sua equipa não seria fácil.

"Jogámos contra uma grande equipa, não defrontámos uma equipa qualquer. O adversário tem muita qualidade, é bem orientada, tem grandes jogadores. Vocês viram o Crespo a dizer em três frases como tínhamos de fazer. Defender muito o jogo interior, e procurar sair em transições", começou por dizer o técnico português na conferência de imprensa após o jogo.

"Sabíamos que a pressão do Benfica não ia ser igual com o passar do tempo. Já disse várias vezes que há jogos em que atacamos no mesmo patamar, quando as equipas são do nosso nível. Quando jogamos com equipa como o Larissa atacamos no patamar de cima, frente a equipas como o Benfica tínhamos de atacar de baixo para cima. É ajustar as velas em função do vento. Tínhamos de escolher a rota certa para este jogo. Tínhamos de ter menos ataque posicional e mais transição. Não há sistemas de jogo perfeitos", prosseguiu.

"Tenho de reconhecer que se a eliminatória fosse a dois jogos ia ser muito difícil para nós. Jogámos frente a uma grande equipa, tem um dos grandes, se não o melhor treinador português da atualidade. Estamos de parabéns pelo jogo que fizemos", atirou.

Sobre o lançamento de Zivkovic em jogo, poucos dias depois do sérvio ter sido dispensado pelo Benfica, Abel Ferreira diz que teve sorte por os encarnados se terem desfeito do atleta que considera ter muita qualidade.

"Quando se telefona a um jogador como Zivkovic e lhe dizes que se calhar ele é jogador de nível top e que gostaríamos que viesse ajudar-nos e ele, num português claro, me diz que conhece o clube, conhece o hino do clube e canta o hino do clube, com a qualidade que tem só nos podia ajudar. Foi muito bem recebido pelos mais velhos e pelos mais novos. Ele tem 24 anos e muito para crescer ainda. A única coisa que lhe prometi foi “vem para aqui que aqui vais ser feliz”. Com jogadores de qualidade ajuda. Se calhar não precisa de chutar cinco vezes, precisa de chutar uma", sublinhou o treinador português, antes de concluir:

"Uma equipa como o Benfica tem muita qualidade em todas as posições, não podem jogar todos. Por sorte nossa, o mister Jorge Jesus tinha muitas opções para aquela posição. E por várias razões que não interessam quais, o Benfica e o jogador decidiram fechar um ciclo, como acontece até com os melhores jogadores do mundo. Ele sabe que ao vir para aqui as oportunidades de jogo vão ser maiores."

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório