Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2020
Tempo
20º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

Um ato criminoso: Ciclista empurra compatriota e deixa-o em coma

Dylan Groenewegen, prestes a ser apanhado por Fabio Jakobsen, empurrou o seu compatriota contra as barreiras. Vários corredores caíram quando circulavam a mais de 70km/hora.

Um ato criminoso: Ciclista empurra compatriota e deixa-o em coma

Uma imagem assustadora! Uma queda em sprint não é incomum, mas ver tantos ciclistas no chão quando circulavam a uma velocidade bastante elevada (cerca de 70km/hora) até dá um calafrio frio nas costas.

Ainda para mais num Tour da Polónia, em que se assinala a morte de Bjorg Lambrecht nessa mesma corrida há um ano.

O culpado deste acidente é Dylan Groenewegen. A toda a velocidade, o velocista da Jumbo-Visma empurrou o compatriota Jakobsen contra os placares publicitários. Uma prática obviamente proibida e que pode valer ao holandês um castigo histórico. 

Após a queda, Jakobsen, ainda consciente, foi transferido de emergência de helicóptero para o hospital com graves lesões na cabeça e no tórax. De acordo com o portal Ciclo 21, o ciclista teve de ser colocado em coma induzido.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório