Meteorologia

  • 10 DEZEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Rafael Camacho ganha nova vida em Alvalade

Extremo chegou do Liverpool, demorou a adaptar-se, mas já começa a ser aposta mais regularmente.

Rafael Camacho ganha nova vida em Alvalade

Rafael Camacho regressou ao Sporting - já tinha passado pelos escalões de formação leoninos - no último verão, proveniente do Liverpool. O extremo, de apenas 19 anos, é tido como um jogador de enorme potencial, ainda que esteja a sentir algumas dificuldades de adaptação nestes seus primeiros meses em Alvalade.

Até ao momento, o internacional sub-20 português ainda só realizou cinco jogos oficiais de leão ao peito. Foi contratado quando Marcel Keizer ainda orientava o conjunto verde e branco, mas não teve a confiança do técnico holandês, que, até ser despedido, nunca o utilizou em jogos oficiais.

Camacho só teve a oportunidade de se estrear pelo seu novo clube a 15 de setembro, na estreia de Leonel Pontes, durante a visita dos leões ao reduto do Boavista, que terminou em empate (1-1) - ainda assim, só saltou para o relvado aos 88 minutos de jogo, para render Gonzalo Plata.

Voltou a ser opção no encontro seguinte, diante do PSV, para a Liga Europa, mas, uma vez mais, acabou por não ter tempo para se evidenciar em campo: foi lançado na partida já depois dos 90', substituindo Wendel.

Depois disso, desapareceu por completo das opções. Realizou dois jogos pela equipa de sub-23 e só voltou a representar a equipa principal do Sporting no presente mês de novembro, mais de um mês depois do seu último encontro oficial pela primeira equipa.

Será desta?

Certo é que, depois de um arranque 'tímido' em Alvalade, Camacho já começa a ganhar o seu espaço no emblema lisboeta. Que o digam os três encontros consecutivos em que participou antes da paragem para os compromissos das seleções.

A 3 de novembro, quando o Sporting foi derrotado (1-0) na visita ao Tondela, Silas lançou Camacho na partida à passagem do minuto 79, para o lugar de Yannick Bolasie. O cenário voltou a repetir-se poucos dias depois, no triunfo (2-0) na Noruega frente ao Rosenborg, só que, desta vez, o extremo foi aposta mais cedo: entrou aos 73'.

Foi, no entanto, diante do Belenenses SAD, no último fim de semana, numa partida que o Sporting venceu por 2-0, que Camacho teve mais tempo para se mostrar a Silas. O técnico iniciou essa partida com uma sistema tático que contemplava a utilização de três centrais, mas decidiu mudar o esquema ainda no primeiro tempo, pouco depois da meia hora de jogo. Para o efeito, tirou Luís Neto e fez entrar Camacho. Pela primeira vez na presente temporada, o ex-Liverpool esteve praticamente 60 minutos em campo.

Camacho ainda não demonstrou todo o seu potencial em Alvalade. De todo. Nas poucas oportunidades que teve na equipa principal, deu boas indicações e entusiasmou os adeptos, mas ainda não lhe foi concedido o tempo de jogo necessário para poder 'explodir' com a camisola do Sporting.

Pela amostra dada nos últimos três encontros, Silas aparenta estar recetivo à ideia de utilizar Rafael Camacho com mais regularidade. Cabe agora ao técnico verde e branco manter a aposta, caso o extremo continue a dar sinais positivos, tanto nos treinos, como nos jogos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório