Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 15º

Edição

Bayern 'esmaga' Tottenham com póquer de Gnabry. Semedo marca mas perde

Redação, 01 out 2019 (Lusa) -- O Bayern Munique conseguiu hoje uma 'esmagadora' vitória por 7-2 no reduto do Tottenham, com um 'póquer' de Gnabry, num primeiro dia da segunda jornada da Liga dos Campeões em futebol em que João Félix também brilhou.

Bayern 'esmaga' Tottenham com póquer de Gnabry. Semedo marca mas perde

O Bayern Munique conseguiu hoje uma 'esmagadora' vitória por 7-2 no reduto do Tottenham, com um 'póquer' de Gnabry, num primeiro dia da segunda jornada da Liga dos Campeões em futebol em que João Félix também brilhou.

Em Londres, na casa do vice-campeão europeu em título, os bávaros conseguiram uma marca para a história, num jogo que até começaram a perder, mas que já lideravam ao intervalo (2-1), para, depois, 'cilindrarem' os ingleses na segunda metade.

Serge Gnabry, de 24 anos, foi a grande figura do jogo, e do dia, ao apontar quatro golos na segunda metade, aos 53, 55, 83 e 88 minutos, ficando um tento do recorde num jogo, do argentino Lionel Messi (2012) e do brasileiro Luiz Adriano (2014).

O primeiro tento dos bávaros foi de Kimmich, aos 15 minutos, e os outros dois do 'inevitável' polaco Robert Lewandowski, aos 45 e 87, aumentando para 14 o seu número de golos em 2018/19, três dos quais na Liga dos Campeões.

O Tottenham, primeira equipa inglesa a sofrer sete golos na 'Champions', até marcou primeiro, logo aos 12 minutos, pelo sul-coreano Son, mas só voltou a faturar aos 61, quando já perdia por 4-1, por intermédio de Harry Kane, de grande penalidade.

Os bávaros lideram o Grupo B, com seis pontos (10-2 em golos), contra três do Estrela Vermelha, equipa que perdeu por 3-0 em Munique, mas hoje bateu o Olympiacos, de Pedro Martins, por 3-1.

Aos 37 minutos, o central luso Rúben Semedo adiantou os gregos - também com José Sá no 'onze', enquanto Podence entrou aos 51 -, mas, Benzia foi expulso aos 58 e, frente a 10, os sérvios viraram o jogo, com tentos de Milos Vulic, aos 62, Nemanja Milunovic, aos 87, e do ganês Richmond Boakye, aos 90.

Os campeões europeus de 1990/91 são segundos, com três pontos, enquanto gregos e ingleses somam um.

No Grupo D, a 'estrela' foi João Félix, que se tornou o mais jovem a marcar pelo Atlético de Madrid na 'Champions', ao inaugurar o marcador no reduto do Lokomotiv Moscovo, aos 48 minutos, na recarga a um seu remate detido por Guilherme.

Uma dezena de minutos depois, o internacional luso, de 19 anos, voltou a ser determinante no segundo tento dos 'colchoneros', com um passe a isolar Diego Costa, que assistiu o ganês Thomas.

O 'onze' de Diego Simeone colocou-se na frente do agrupamento, a par da Juventus, que ganhou em casa ao Bayer Leverkusen por 2-0, num embate em que o argentino Higuaín inaugurou o marcador, aos 17 minutos, e Bernardeschi aumentou a vantagem, aos 62.

Aos 89 minutos, com o jogo resolvido, Cristiano Ronaldo marcou o tento da 'ordem', reforçando a liderança dos marcadores da história da competição, com 128 golos (um em pré-eliminatórias) em 168 jogos, no dia do 16.º aniversário da estreia.

No Grupo C, o Manchester City, com João Cancelo e Bernardo Silva no 'onze', ganhou em casa ao Dínamo Zagreb por 2-0, com tentos de Sterling e Foden, e isolou-se na frente, enquanto os croatas foram alcançados pelo Shakhtar Donetsk.

Os comandados de Luís Castro venceram fora a Atalanta por 2-1, com reviravolta, materializada por Júnior Moraes, aos 41 minutos, e o israelita Manor Salomon, aos 90+5, na última jogada, depois do tento inaugural do colombiano Duván Zapata, aos 28.

A liderança mais clara é a do Paris Saint-Germain, no Grupo A, depois de um triunfo por 1-0 no reduto do Galatasaray, graças ao primeiro golo pelo clube do italiano Mauro Icardi, que faturou aos 52 minutos, servido pelo espanhol Pablo Sarabia.

Os franceses somam seis pontos, contra dois do Club Brugge, que quase 'escandalizou' no Santiago Bernabéu, onde esteve a vencer por 2-0, com um 'bis' do nigeriano Dennis Bonaventure, aos nove e 39 minutos, em dois contra-ataques.

O 'capitão' Sergio Ramos, aos 55 minutos, e o brasileiro Casemiro, aos 85, logo após a expulsão do holandês Vormer, restabeleceram a igualdade e salvaram os 'merengues' do terceiro desaire seguido na prova. Somam um ponto, como os turcos.

A segunda jornada da Liga dos Campeões prossegue na quarta-feira, com mais oito jogos, incluindo a deslocação do Benfica, o representante português, ao reduto dos russos do Zenit, para o Grupo G.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório