Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2019
Tempo
MIN 7º MÁX 14º

Edição

"Perguntaram se esses jogadores do Marítimo tinham jogado com o FC Porto"

Benfica e Marítimo defrontam-se, nesta segunda-feira, para a 30.ª jornada da Liga portuguesa.

"Perguntaram se esses jogadores do Marítimo tinham jogado com o FC Porto"

O FC Porto derrotou, neste sábado, o Santa Clara, por 1-0, e assaltou à condição a liderança da Liga portuguesa. Um resultado que deixa as águias forçadas a triunfar, para recuperar o primeiro lugar da classificação.

O Benfica defronta, nesta segunda-feira, no duelo de encerramento da 30.ª jornada, o Marítimo [12.º classificado], pelas 20h15.

Neste domingo, após o treino matinal no Centro de Estágio do Seixal, à porta fechada, Bruno Lage fez, pelas 14 horas, a antevisão da partida frente aos insulares, em conferência de imprensa.

Confira no Desporto ao Minuto as declarações do treinador dos encarnados.

Que Benfica se pode esperar diante do Marítimo, tendo em conta a situação do adversário? Podemos esperar o Benfica que temos tido no campeonato. O Benfica que vai à procura do resultado, depois de conseguir uma boa exibição. Queremos um Benfica que marque golos e consiga os três pontos. Temos cinco finais pela frente e temos de ir jogo a jogo, sendo o mais competentes possíveis. Cada jogo tem uma história diferente, e por isso não devemos basear-nos nos registos que as equipas têm dentro e fora de casa. Vamos defrontar um adversário que precisa de pontos, que vai ser competente, aguerrida, para conseguir chegar à tão desejada manutenção.

Obrigação de conquistar o título: A pressão existe sempre nestas grandes equipas e nós sentimos isso, desde o inicio. Nós tínhamos vários objetivos: Liga Europa e Taça de Portugal. Agora só temos o objetivo de ganhar o campeonato. Temos a pressão de ganhar e oferecer bons espetáculos. Temos de errar o menos possível, porque estamos a jogar finais.

Pressão da eliminação na Liga Europa. Espera um Marítimo fragilizado pelas ausências de Edgar Costa, Joel e Zainadine (por acumulação de amarelos) ?  Os jogadores têm de pensar como ao treinador. Treinador de equipa grande não olha para o que perdeu, mas para o que ainda pode ganhar. E os jogadores têm essa mentalidade. Após u m jogo menos conseguido a equipa conseguiu sempre dar uma boa resposta. Sobre o segundo assunto é uma  pergunta interessante e respondo com outra pergunta interessante. Esses jogadores jogaram com o FC Porto? É preciso ter cuidado com essas perguntas. Eu também gosto de ver os meus adversários jogar, sobretudo equipas que jogam em 4-4-2, e o FC Porto também joga nesse sistema. Eu gosto de ver como é feita a gestão dos cartões amarelos, e se eles tinham jogado nesse jogo ou não. E nesse jogo eles também não foram colocados em campo. O Petit faz a melhor gestão, e acredito que ele vem à procura de pontos na Luz.

A gestão de Petit beneficia ou não o Benfica? Acabei de responder à sua pergunta, o que posso dizer mais. Acha que o facto de não terem jogado com o FC Porto, o Marítimo ficou mais fragilizado? Eu já dei uma justificação tão abrangente, que não vale a pena continuar a responder à mesma pergunta.

Lições a tirar com a derrota com o Frankfurt. Jogadores que falharam?: É preciso fazer uma reflexão maior. Eu recordo-me do jogo em Guimarães, em que disseram que já não havia equipa sem Fejsa, o nosso melhor médio centro. O mesmo aconteceu com o Jardel. De repente, o Florentino e o Ferro passam a ser os melhores. Tem de haver uma gestão do treinador. Ontem, foi notícia os 250 jogos do Jardel, de cabeça ligada, a querer ir lá para dentro. O Fejsa igual, jogou lesionado, até de cabeça partida. Imaginem vocês a fazerem 20 anos de carreira, chega um jornalista novo, faz três textos bom, e passa a ser especial. Não pode ser assim. É preciso olhar para o rendimento de cada um, mas é também preciso olhar para o homem e ser humano de cada um. As minhas decisões baseiam-se no rendimento, mas não no rendimento de ontem. O João Félix fez uma série de golos, em jogos consecutivos, e depois deixou de marcar. Eu não vou olhar para o rendimento do João nos últimos jogos, eu vou olhar para o seu rendimento na globalidade. 

Sentiu que com o volume de jogos algumas coisas se foram perdendo? É possível este Benfica crescer até ao final da época? À dinâmica de cada equipa, é preciso ver o que cada jogador pode acrescentar ao jogo. Ter tempo para treinar é determinante. Estar constantemente a treinar e a viajar, e estar sistematicamente preocupado com a recuperação, é um desgaste enorme. Há um sentimento de pressão maior, em que a margem de erro é cada vez menor. Olhem para as equipas que estão na Europa a disputar jogos, e estão no limite, e vão perdendo certas coisas. Nós temos de arranjar as melhorar ferramentas para conseguir sempre tirar o melhor dos jogadores.

Equipas de Petit têm organização defensiva. Sem Rafa, este jogo é para Salvio ou Taarabt. Ainda não resolvi essa questão. É uma questão inteligente. Essa é a questão que vamos responder amanhã. Em função daquilo que são as equipas de Petit, vemos equipas aguerridas, que não gostam de dar espaço ao adversário. Quase dava a resposta à sua pergunta, mas não posso continuar a responder.

O jogo do Sp. Braga vai ter peso no onze de amanhã? Não pode haver gestão nenhuma. Amanhã joga o melhor onze, independentemente de haver jogadores em risco do quinto amarelo. Fazer essas contas, terminam sempre em contas furadas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório