Meteorologia

  • 20 JULHO 2019
Tempo
25º
MIN 22º MÁX 29º

Edição

"Há quem possa dar bofetadas e outros que não podem pedir explicações"

Na sua newsletter diário o clube da Luz pede que as próximas semanas decorram dentro de um quadro de absoluta normalidade".

"Há quem possa dar bofetadas e outros que não podem pedir explicações"

Depois de conhecida a expulsão de Rafa Silva no dérbi da Taça de Portugal com o Sporting, o clube da Luz, na sua newsletter diária, sai esta sexta-feira ao ataque... e à defesa do jogador.

Lembrando o percurso imaculado do extremo em termos de expulsões, o emblema encarnado lembra que o jogador de Bruno Lage foi várias vezes atacado durante o jogo com entradas violentas, falando também das provocações sofridas no final da partida.

As águias defendem ainda uma punição para Marcos Acuña, que num lance com um assistente deu uma palmada na mão do fiscal de linha que lhe estava a pedir calma com a mão no peito. 

"Ou há jogadores que podem dar bofetadas (!) nas mãos dos árbitros assistentes e outros a quem nem sequer é permitido pedir explicações aos seus adversários (e colegas de profissão) depois de serem vergonhosamente provocados? Deverá ser um imperativo de consciência, por parte dos mais altos responsáveis do futebol nacional, que as próximas semanas decorram dentro de um quadro de absoluta normalidade. Com justiça, verdade e respeito por todos os competidores. Tudo o que tem faltado", começa por referir, sobre o tema, a newsletter do Benfica, lembrando-se ainda o registo de Rafa.

"Por falar em expulsões: Rafa é um profissional exemplar que viu o primeiro cartão vermelho da carreira na última 4.ª feira, em Alvalade. Passou os 90 minutos do dérbi a sofrer entradas à margem da lei, algumas a roçar a violência. No final do jogo, conforme as imagens provam de forma evidente, foi provocado por um adversário – com um género de linguagem que hoje podemos ler na imprensa. Não basta dizer que é preciso proteger o futebol e os seus intérpretes. É preciso passar das palavras aos atos", dispara-se.

Porém, este não é o único tópico abordado nesta missiva. Falando também na perda injustificada de pontos por parte da sua equipa, o clube da Luz fala sobre um clima de normalidade que pede que impere nos próximos encontros até ao final do campeonato.

"Há muitas equipas já lesadas nesta edição da Liga! Há muitos pontos que estão, neste momento, na posse de uma equipa, mas que deveriam ter tido outro destino. Bastaria, para isso, ter imperado a verdade desportiva. Foi o próprio Conselho de Arbitragem, aliás, a reconhecer um conjunto de erros graves quando ainda estava decorrido apenas um terço do campeonato. Daí para cá, infelizmente, a situação não melhorou. Bem pelo contrário! Que mistério poderá estar por detrás do extraordinário facto de existir apenas uma equipa neste campeonato que ainda não sofreu qualquer expulsão? E o que dizer da 'coincidência' que é essa mesma equipa ter defrontado adversários que ficaram em inferioridade numérica em 30% dos jogos?", escrevem os responsáveis da Luz, pedindo ainda "que as próximas semanas decorram dentro de um quadro de absoluta normalidade. Com justiça, verdade e respeito por todos os competidores. Tudo o que tem faltado. "

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório