Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 21º

Edição

Recado a Rossi e companhia: "Quero ser o melhor piloto do mundo"

Em declarações exclusivas ao Desporto ao Minuto, Miguel Oliveira abriu o seu coração e confessou até onde quer chegar no principal circuito de motos.

Recado a Rossi e companhia: "Quero ser o melhor piloto do mundo"

Faltam menos de três semanas para Miguel Oliveira cumprir mais um dos sonhos da sua carreira. A estreia no Moto GP, principal categoria do motociclismo, está agendada para 10 de março no Qatar.

À margem de um evento da Cofidis, que patrocina o melhor piloto português, Miguel Oliveira, de 24 anos, guardou alguns minutos da sua preparação, antes do arranque da temporada, para falar ao Desporto ao Minuto.

O piloto da Red Bull KTM sublinhou que o importante no seu ano de estreia na principal categoria é somar experiência e pontos, mas não se amedronta com os 'tubarões' da modalidade: "Quero que Rossi e Lorenzo me temam como adversário e piloto".

O objetivo é ser "o melhor piloto do mundo", mas acima disso está algo que não tem preço. "A nível desportivo é bom estar no topo, mas poder influenciar os jovens é algo que não tem preço e é isso que me deixa mais orgulhoso".

Gestão de emoções: Felizmente, tenho dormido bem, porque ainda não estou a pensar muito no dia da minha estreia. A gestão das emoções antes das provas é algo a que já estou habituado. Não se chega ao MotoGP sem estar preparado para estas emoções, mas, sim, tenho dormido bem e descansado. O meu target principal é terminar as provas, sem querer arriscar uma queda. Quero somar pontos e amealhar experiência, independentemente do lugar em que termine. Quando se entra num projeto destes, como ‘rookie’ (amador), é preciso pensar que tudo o que se consegue é bom. A partir do Qatar já posso criar uma base, em que poderei definir a seguir no que posso melhorar.

Quando é que o objetivo deixa de ser somar quilómetros: Tudo vai depender da performance da moto, da performance em corrida. Lógico que a minha comparação vai ser sempre com os melhores e isso para mim vai criar uma linha pela qual me posso guiar.

Estreia no Qatar vai ser o dia mais importante da sua vida? Encaro como se fosse mais um dia da minha vida, mas claro que vai ter um significado especial. A corrida de um piloto português no Moto GP é algo histórico. Espero olhar para essas imagens, algum dia, com alguma nostalgia. Tenho obrigatoriamente de encarar o dia da minha estreia como mais um dia, caso contrário os nervos podem apoderar-se de mim e limitar a minha performance.

Para quem não conhece Miguel Oliveira é uma pessoa nervosa por natureza? Não, não sou nervoso. Gosto de ter sempre aquele nervoso miudinho, mas é algo que não me limita.

Uma mensagem de força que não vai esquecer? Todas elas são importantes para mim. Recebo muitas mensagens. Talvez as fotos que os pais me enviam com os filhos vestidos à Miguel Oliveira são as que me marcam mais. A nível desportivo, é bom estar no topo, mas poder influenciar os jovens é algo que não tem preço e é isso que me deixa mais orgulhoso.

Sempre que falamos dos melhores pilotos da modalidade, desvaloriza-os (Rossi, Lorenzo, Márquez,…). Com que intuito? Não quero ter a sensação de ‘uau’ vou correr com o Rossi, vou estar lado a lado com eles. Não, quero estar calmo e encarar esses duelos com normalidade, porque quero bater o Rossi ou o Lorenzo. Isso vai ser natural. Tenho imenso respeito e admiração por eles, mas tenho de encarar esses confrontos com normalidade.

Se Ronaldo ‘conquistou’ o mundo no futebol, também o Miguel o poderá fazer nas motos? Claro que sim. Tenho o objetivo de ser o melhor do mundo nas duas rodas. Conheço as minhas capacidades e sei o trabalho que coloco em cada prova. E tudo se constrói com trabalho, dedicação e muita paixão. E eu tenho todas essas componentes.

Isso vai ao encontro do que disse esta segunda-feira: "Quando o Rossi e o Lorenzo passarem por mim eles é que têm de ficar nervosos”: Sem dúvida. Significa que eles já me terão algum respeito e que me temem como adversário e piloto.

Alguma prova que gostasse, em particular, de ganhar já este ano? Em Jerez, que é a primeira prova na Europa, e sei que muitos portugueses vão estar lá para me apoiar, e outra seria na casa da KTM e da Red Bull, na Áustria.

Registe-se na Betano e aproveite o Bónus de 50% até 50€ no primeiro depósito! Jogue no Casino e ganhe Rodadas Grátis!

 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório